Diário Logo

O Diário Logo

Nachi Brasil apresenta tecnologia avançada e respeito às raízes na Feimec 2024

A Nachi apresentou o CMZ05, um robô que interage com humanos no ambiente de trabalho, e destacou sua história e valores através de um estande inspirado na arquitetura japonesa.

31 de maio de 2024

Estande da Nachi na Feimec uniu tecnologia e valorização às raízes | Divulgação

Reportagem de: Especial AGFE

Nachi Brasil marcou presença na Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos (Feimec), realizada no mês de maio em São Paulo. Com um estande estratégico com foco na história da marca, como também, na exposição dos robôs e rolamentos. A indústria que se localiza em Mogi das Cruzes apresentou ao público diversos robôs, entre eles o CMZ05, que se destaca por sua característica híbrida de trabalho tanto no modo convencional como colaborativo, ou seja, pode dividir o espaço laboral com humanos, sem riscos aos trabalhadores em conformidade com a norma NR12.


O CMZ05 é um exemplo de tecnologia colaborativa, também é conhecido pelo termo “cobot”. Sua versatilidade permite que ele alcance alta velocidade quando não está operando em modo colaborativo e dentro de uma área de proteção. Contudo, o que o diferencia, é a sua capacidade de trabalhar em conjunto com seres humanos, dispensando a necessidade de grade de proteção. Isso é possível devido os sensores integrados ao corpo do robô, que detectam forças externas e interrompem o movimento, garantindo a segurança no ambiente de trabalho.

Robô colaborativo CMZ05 foi apresentado aos visitantes no estande da Nachi | Divulgação

Por outro lado, quem visitou o estande da NACHI pode notar a intenção da empresa em evocar a história da marca, assim como reforçar sua sólida presença no mercado de robótica, automação industrial e rolamentos. Para isso, o espaço ganhou um portal japonês “Tori”, que reflete os valores da NACHI. O Tori, ou “torii”, é um elemento tradicional da arquitetura japonesa, comumente encontrado na entrada de santuários, simbolizando a transição do mundano para o sagrado.

O Tori foi incorporado ao design do estande, simbolizando a entrada para um espaço de inovação e confiança, em que parcerias são valorizadas e os clientes são tratados com o mais alto grau de estima. A presença do Tori é um lembrete visual da dedicação da NACHI em manter a integridade e a excelência em todas as suas interações comerciais, honrando as tradições e o compromisso com a qualidade que é o pilar da sua história”, explicou Luane Luiza da Costa, analista de marketing da Nachi Brasil.

A escolha do branco como base do layout foi uma decisão estratégica pois representa uma tela em branco, simbolizando o potencial ilimitado e a abertura para novas possibilidades no campo da robótica.

A utilização das imagens no fundo do estande remeteu à origem histórica da NACHI e à evolução tecnológica, representando uma forma de demonstrar visualmente a jornada da empresa. Logo, destacaram-se a tradição e a modernidade, mostrando que, embora a NACHI respeite e honre seu passado, ela também está firmemente focada no futuro.

Para saber mais, acesse o site da Nachi

Veja Também