Diário Logo

O Diário Logo

Pé torto congênito: causas, sintomas e tratamento

Ortopedista Pediátrico do Imot explica os principais pontos da deficiência, que pode ser revertida por meio de tratamento.

14 de junho de 2024

Deformidade do pé torto congênito pode ser revertida por meio de tratamento

Reportagem de: Especial AGFE

O pé torto congênito, ou pé equinovaro, é uma deformidade dos pés presente ao nascimento. Isso significa que um ou ambos os pés do bebê estão torcidos para dentro e para baixo, ao invés de apontarem para frente. Imagine que o pé de um bebê parece estar “dobrado” de forma anormal.

Causas

Embora a causa exata não seja conhecida, acredita-se que o pé torto congênito resulte de uma combinação de fatores genéticos e ambientais. Ou seja, pode haver uma predisposição genética (se algum parente teve a condição) e fatores durante a gestação que influenciam seu desenvolvimento.

Sintomas

Os principais sinais visíveis incluem:

– A parte da frente do pé se curva para dentro.

– O calcanhar está voltado para dentro e para cima.

– O arco do pé é mais acentuado.

– O tornozelo pode parecer girado.

Diagnóstico

O diagnóstico geralmente é feito no nascimento por meio de um exame físico. Em alguns casos, pode ser detectado durante uma ultrassonografia pré-natal.

Tratamento

O tratamento do pé torto congênito começa logo após o nascimento. Existem várias abordagens, mas a mais comum é o método de Ponseti. Aqui está uma visão geral do processo:

1. Gessos Seriados: A correção inicial envolve a aplicação de gessos que vão do pé até a coxa. Esses gessos são trocados semanalmente para gradualmente mover o pé para a posição correta.

2. Tenotomia: Em muitos casos, após várias semanas de gesso, é necessária uma pequena cirurgia chamada tenotomia, em que o tendão de Aquiles é cortado para permitir um alongamento adequado.

3. Órteses: Após a correção com gessos e possível tenotomia, o bebê usará órteses (talas) por alguns meses, geralmente por 23 horas ao dia no início, depois apenas durante a noite, para manter a correção.

Prognóstico

Com tratamento adequado e contínuo, a maioria das crianças com pé torto congênito pode andar, correr e brincar normalmente. É importante seguir todas as instruções de tratamento e acompanhamento médico para evitar recidivas.

Vida cotidiana

É natural que os pais fiquem preocupados ao descobrir que seu bebê tem pé torto congênito, mas a boa notícia é que com o tratamento moderno, as perspectivas são excelentes. A intervenção precoce e o compromisso com o plano de tratamento são essenciais para garantir que a criança desenvolva a função normal do pé.

 Conclusão

O pé torto congênito é uma condição tratável. Graças a técnicas como o método de Ponseti, as crianças afetadas têm uma excelente chance de viver uma vida ativa e normal. A chave é iniciar o tratamento cedo e seguir rigorosamente as orientações médicas. O Imot oferece todo o tratamento.

Sobre o Imot

O IMOT é um dos maiores institutos especializados em Ortopedia e Traumatologia do Brasil. Atualmente conta com duas unidades, nas cidades de Mogi das Cruzes e Suzano, na Grande SP, com pronto atendimento, consultas, fisioterapia, hidroterapia e diversos tratamentos especializados. O pronto atendimento funciona todos os dias na unidade mogiana, das 8h às 22h.   A unidade de Mogi conta ainda com o Imot Care, um andar inteiro pensado para tratamento e prevenção de fraturas e contusões, além de 11 especialidades médicas em diferentes áreas. Já a Imot Move Saúde é uma clínica do movimento e promoção de saúde, que atende no 2º andar do prédio. Para mais informações, acesse o site do Imot.

Veja Também