Diário Logo

O Diário Logo

10 dicas para cuidar dos vestidos de festa

Vestidos de festa e de casamento são peças delicadas que frequentemente possuem tecidos finos, bordados e detalhes elaborados, exigindo cuidados especiais tanto na limpeza quanto no armazenamento para se manterem bonitos e aptos para uso em outras ocasiões. Por isso, a especialista em cuidados têxteis da 5àsec, Marinês Cassiano, lista algumas dicas para você manter […]

23 de maio de 2024

Reportagem de: Edicase Conteúdo

Vestidos de festa e de casamento são peças delicadas que frequentemente possuem tecidos finos, bordados e detalhes elaborados, exigindo cuidados especiais tanto na limpeza quanto no armazenamento para se manterem bonitos e aptos para uso em outras ocasiões.

Por isso, a especialista em cuidados têxteis da 5àsec, Marinês Cassiano, lista algumas dicas para você manter os seus vestidos em bom estado por muitos anos!

1. Preservando no armário

Ao armazenar o vestido, evite a claridade da iluminação artificial (lâmpada) se houver luz direta na roupa, pois isso pode descolorir a peça e deixá-la amarelada. A cada três meses, recomenda-se tirar o item do guarda-roupa e colocar em um local arejado.

É importante guardar a roupa sempre limpa e em sacos de TNT, nunca em capas de plástico, que podem contribuir com a proliferação de mofo ou causar manchas com o passar do tempo. Outra boa dica é pendurar sempre com as alças internas.

2. Guardando vestidos pesados

Caso seu vestido tenha pedrarias, bordados e volume, não é indicado pendurá-lo, pois existe o risco de o tecido deformar ou esgarçar com o peso. Você pode optar por colocá-lo em uma caixa grande o suficiente, resistente a infiltração da luz e certificar que a peça de roupa foi dobrada com cuidado.

3. Cuidados com manchas

Para evitar danos futuros aos vestidos, é importante remover o excesso do produto com um guardanapo ou pano branco, sempre seco e limpo. Não é necessário utilizar produtos caseiros, como o vinagre. Por se tratar de tecidos geralmente mais delicados, o correto é enviar para uma lavanderia especializada e de sua confiança, para que os profissionais possam fazer o processo de retirada de mancha com as técnicas e produtos adequados.

4. Passar ou não

Depende do tipo de tecido de cada vestido. Em alguns casos, o ferro não pode estar em uma temperatura muito quente, pois pode danificar a peça. Também é necessário se atentar aos adereços, por isso, é importante verificar a etiqueta, seguindo as orientações com relação à passadoria.

5. Cuidados com vestidos de algodão ou seda

Se o seu vestido tem materiais naturais como algodão ou seda, alguns insetos podem danificá-lo. Para que isso não aconteça, recomendamos a aplicação de bactericida na peça, já que a substância evita que traças ou outros insetos possam estragá-lo.

6. Combatendo o mofo

É importante armazenar o vestido sempre limpo para evitar o mofo. Se a peça estiver mofada, o ideal é lavar com cuidado e produtos específicos. Os produtos neutros são os mais indicados para lavar as peças, sendo necessário levar em conta o tipo de tecido e as fibras mais delicadas.

Vale ressaltar que as lavanderias especializadas contam com produtos especializados e adequados para cada necessidade, além de equipamentos tecnológicos para limpeza que envolve o processo utilizando água ou a seco. 

Mulher recebendo vestido vermelho por homem de lavanderia profissional
Os cuidados com a limpeza e o armazenamento do vestido são importantes para evitar danos (Imagem: New Africa | Shutterstock)

7. Removendo cheiros

Dentro do armário, você pode colocar os capturadores de odor que são vendidos em mercados tradicionais. Mas lembre-se: coloque a peça para ser arejada a cada três meses.

8. Tipo de lavagem

Cada peça precisa ser avaliada por um profissional para verificar como ela deve ser higienizada. Dependendo do tecido, da fibra e dos adereços, existe uma indicação e é importante verificar as especificidades de cada uma delas na etiqueta.

Existem diferentes tipos de limpezas: com água, que é mais conhecida, e a seco. Garanta o melhor tratamento para seu vestido de festa dando preferência à limpeza em lavanderias especializadas.

9. Evitando que o tecido “enfraqueça”

Entre todos os cuidados citados acima, para que a peça não danifique, o mais indicado é colocar em locais arejados. Além disso, é imprescindível seguir as orientações de armazenamento e conservação do item, assim o vestido estará sempre com aspecto bem conservado. Uma alternativa é investir em serviços de revitalização em lavanderias.

10. Limpeza e higienização de itens de camurça

As peças de camurça necessitam de uma atenção especial constante, que também pode variar de acordo com a sua utilização, pois se trata de um material poroso e necessita de produtos especializados para couro. A camurça se for lavada incorretamente pode ocasionar danos irreversíveis; por isso, não tente retirar as manchas mais difíceis em casa, delegue a um profissional qualificado e de sua confiança.

Por ser sensível, a camurça não pode ser exposta à luz, seja ela natural ou artificial, pois pode desbotar com maior facilidade. Os sacos plásticos são os grandes vilões das roupas de camurça, já que o ideal é utilizar capas de TNT porque são vazadas e permitem a entrada de ar.

Por Juliana Beletato

Veja Também