Diário Logo

O Diário Logo

10 vantagens do café para a saúde

O café é a segunda bebida mais consumida no Brasil, conforme um estudo realizado pela plataforma CouponValido.com.br, com dados da Associação Internacional do Café (ICO) e do Dieese. Em média, os brasileiros bebem de 3 a 4 xícaras por dia, o equivalente a beber cerca de 5,8 kg por ano. Ainda segundo o levantamento, o Brasil […]

20 de maio de 2024

Reportagem de: Edicase Conteúdo

O café é a segunda bebida mais consumida no Brasil, conforme um estudo realizado pela plataforma CouponValido.com.br, com dados da Associação Internacional do Café (ICO) e do Dieese. Em média, os brasileiros bebem de 3 a 4 xícaras por dia, o equivalente a beber cerca de 5,8 kg por ano.

Ainda segundo o levantamento, o Brasil está entre os 15 países que mais consomem o grão, em 14º lugar. Agora, quando o assunto é produção de café, o nosso país está no topo do ranking mundial: cerca de 40% da produção mundial total é brasileira. Minas Gerais, São Paulo e Paraná são os principais estados produtores.

A seguir, a nutricionista Fernanda Larralde, da BioMundo, rede de lojas de produtos naturais e nutrição esportiva, lista 10 benefícios do café para a saúde. Confira:

1. Fonte de antioxidantes

O café contém uma variedade de antioxidantes, como o ácido clorogênico, que ajudam a combater os radicais livres no corpo. Esses antioxidantes podem ajudar a reduzir o risco de doenças crônicas, como cardíacas e certos tipos de câncer.

2. Melhora do desempenho cognitivo

A cafeína presente no café pode melhorar a função cerebral, aumentando a concentração, o foco, a memória e o tempo de reação. Isso pode ajudar a aumentar a produtividade e o desempenho mental em tarefas do dia a dia.

3. Aumenta energia

A cafeína é conhecida por seu efeito estimulante, que pode aumentar os níveis de energia e reduzir a fadiga. Um consumo moderado de café pode ajudar a melhorar a disposição e a sensação de alerta.

4. Melhora do desempenho físico

 A cafeína pode aumentar a resistência e melhorar o desempenho físico durante o exercício. Ela estimula o sistema nervoso, aumentando a liberação de adrenalina, o que pode ajudar a queimar gordura e melhorar o desempenho atlético.

5. Proteção do fígado

O café pode ter efeitos protetores sobre o fígado, reduzindo o risco de doenças hepáticas, como cirrose e câncer de fígado. A bebida também pode ajudar a diminuir os níveis de enzimas hepáticas associadas a danos no fígado.

Café preto em xícara branca e grãos em cima de uma mesa de madeira
O café, sem adição de açúcar, pode ajudar a reduzir o risco de diabetes tipo 2 (Imagem: jazz3311 | Shutterstock)

6. Redução do risco de diabetes tipo 2

O consumo regular de café, sem adição de açúcar, tem sido associado a um menor risco de desenvolver diabetes tipo 2. A cafeína e outros compostos bioativos da bebida podem ajudar a melhorar a sensibilidade à insulina e regular os níveis de açúcar no sangue. 

7. Proteção contra doenças neurodegenerativas

O café pode ajudar a reduzir o risco de desenvolver doenças neurodegenerativas, como Alzheimer e Parkinson. Os antioxidantes e compostos bioativos da bebida podem ajudar a proteger o cérebro contra danos oxidativos e inflamação.

8. Redução do risco de depressão

O consumo moderado de café tem sido associado a um menor risco de depressão e a uma redução dos sintomas depressivos. A cafeína pode atuar como um estimulante do sistema nervoso central, melhorando o humor e o bem-estar mental.

9. Melhora da saúde cardiovascular

O consumo moderado de café pode estar associado a um menor risco de doenças cardiovasculares, como cardíacas e acidentes vasculares cerebrais. Os antioxidantes da bebida podem ajudar a reduzir a inflamação e melhorar a saúde dos vasos sanguíneos.

10. Promoção da longevidade

Alguns estudos observacionais sugerem que o consumo regular de café pode estar associado a uma redução do risco de mortalidade em geral. Embora mais pesquisas sejam necessárias para entender completamente essa relação, os benefícios do café para a saúde podem contribuir para uma vida mais longa e saudável.

É importante ressaltar que, embora o café ofereça muitos benefícios para a saúde, o consumo excessivo pode estar associado a efeitos colaterais negativos, como ansiedade, insônia, tremores e palpitações cardíacas. É recomendável consumir com moderação e consultar um profissional de saúde se houver preocupações com o consumo de cafeína.

“Vale ressaltar que o café descafeinado é uma ótima opção. Principalmente os que a cafeína é extraída à base d’água, que é a melhor tecnologia que existe. Eu sempre recomendo para os pacientes, sobretudo para quem está na menopausa, porque ele possui uma substância, a fitomelatonina, que melhora o sono. Uma dica para quem tem dificuldade de dormir é tomar uma xícara de café descafeinado a noite e depois comer um kiwi, perto da hora de dormir. É excelente”, finaliza a nutricionista Fernanda Larralde. 

Por Sarah Monteiro

Veja Também