Diário Logo

O Diário Logo

3 dicas para aproveitar a viagem ao Cairo

Cairo, a maior cidade do continente africano, atrai turistas interessados nos mistérios do Egito Antigo. Ao se deparar com os sonhos guardados em pedras, castelos de areia que os séculos não derrubaram e os campos irrigados pelo Rio Nilo, o visitante se sente em uma aula de história, mas, desta vez, diante dos seus próprios […]

16 de abril de 2024

Reportagem de: Edicase Conteúdo

Cairo, a maior cidade do continente africano, atrai turistas interessados nos mistérios do Egito Antigo. Ao se deparar com os sonhos guardados em pedras, castelos de areia que os séculos não derrubaram e os campos irrigados pelo Rio Nilo, o visitante se sente em uma aula de história, mas, desta vez, diante dos seus próprios olhos.

A seguir, confira 3 dicas para aproveitar bem a cidade do Cairo!

1. Onde se hospedar

Para garantir a segurança dos hóspedes, os hotéis 4 e 5 estrelas vistoriam todos os veículos na entrada, além de possuir detector de metal à porta. Marriott Mena House, com 5 estrelas, é super-recomendado. Possui acomodações luxuosas, uma piscina ideal para os dias mais quentes e, o melhor, uma incrível vista das Grandes Pirâmides de Gizé.

2. O que fazer

A principal atração da cidade é o complexo funerário de Gizé. Após visitá-lo e ficar sem fôlego ao alcançar as imponentes pirâmides, se prepare para desvendar a coleção do Museu do Cairo. As famosas múmias, os objetos de arte faraônicas, as tumbas e a preciosa coleção do menino rei Tutankamon enlouquecem os ávidos por história.

Não deixe de visitar monumentos da cidade islâmica, como a Citadela de Saladino, ponto mais alto do Cairo, além de belas mesquitas como a de Muhammad Ali, símbolo da cidade. Isso sem falar do Khan-El-Khakili, um mercadão onde quinquilharias o aguardam para uma árdua negociação

Dois camelos e as três pirâmides ao fundo
As três pirâmides são grandes atrativos de Cairo (Imagem: Kanuman | Shutterstock)

3. Complexo de Gizé

É na grande necrópole do Cairo que a esfinge e as três grandes pirâmides de Quéops, Quéfren e Miquerinos estão localizadas. O ditado popular egípcio “Todo o mundo teme o tempo, mas o tempo teme as pirâmides” faz total sentido quando o monumento está perante os olhos dos visitantes. Cada pirâmide possui, segundo o esquema usual, um templo funerário. A crença principal dos egípcios antigos era a da imortalidade da alma, e pirâmides foram construídas para alojar a alma do falecido.

Por Jaqueline Nunes e Mariana Moreira – revista Qual Viagem

Somos duas amigas apaixonadas por explorar o mundo! Lançamos em 2016 o blog de viagens Modo Férias, e nosso maior objetivo é mostrar que viajar é possível e está ao alcance de qualquer um.

Veja Também