Diário Logo

O Diário Logo

3 riscos das lentes de resina para a saúde dos dentes

A jovem Monique Palermo recentemente compartilhou um desabafo sobre sua experiência negativa com lentes de resina dental, alertando sobre os riscos associados a esse procedimento aparentemente simples, mas potencialmente prejudicial à saúde bucal. Em vídeos divulgados no TikTok, ela revelou ter enfrentado dores e sensibilidade após optar por essa técnica para corrigir a coloração de […]

8 de abril de 2024

Reportagem de: Edicase Conteúdo

A jovem Monique Palermo recentemente compartilhou um desabafo sobre sua experiência negativa com lentes de resina dental, alertando sobre os riscos associados a esse procedimento aparentemente simples, mas potencialmente prejudicial à saúde bucal. Em vídeos divulgados no TikTok, ela revelou ter enfrentado dores e sensibilidade após optar por essa técnica para corrigir a coloração de seus dentes.

O fenômeno das lentes de resina, que se popularizou inclusive entre celebridades, pode esconder perigos ocultos para a saúde e a estética dos dentes. A Dra. Caroline Malavasi, mestre e doutora em Odontologia, especialista em Ortodontia e mestre em Dentística pela Universidade Federal Fluminense, explica que esse procedimento pode acarretar uma série de complicações. Confira abaixo!

1. Adaptação inadequada das facetas

Conforme a especialista, um dos problemas mais comuns das lentes de resina está relacionado à adaptação inadequada das facetas aos dentes, o que pode resultar em margens mal seladas. “Essa falha permite a entrada de partículas de alimentos e bactérias, aumentando o risco de cáries subfacetas e até mesmo inflamação gengival ou periodontite. A longo prazo, esses problemas podem levar à necessidade de tratamentos mais invasivos, comprometendo a saúde bucal”, salienta a especialista.

2. Desajuste das facetas

A estética e a função dos dentes podem ser afetadas negativamente por facetas mal executadas, de acordo com a dentista. Alterações estéticas como descoloração, manchas ou uma aparência artificial podem surgir, afetando a autoestima do paciente.

“Do ponto de vista funcional, o desajuste das facetas pode levar a problemas na oclusão, resultando em desgaste excessivo dos dentes, dores musculares e até mesmo disfunção temporomandibular”, ressalta.

Dentista mostrando tablet para paciente sentada em cadeira
O desgaste excessivo do esmalte durante a aplicação das facetas pode comprometer a saúde bucal a longo prazo (Imagem: Prostock-studio | Shutterstock)

3. Desgaste do esmalte dental

Outra preocupação é o desgaste excessivo do esmalte dental durante o processo de aplicação das facetas. Esse desgaste pode enfraquecer a estrutura do dente, aumentando o risco de fraturas e exposição da dentina, que é mais suscetível a cáries. O dano ao tecido dental é irreversível e pode comprometer a saúde bucal a longo prazo, de acordo com as explicações da especialista.

Escolha um bom profissional

A Dra. Caroline Malavasi também enfatiza que é crucial que os pacientes busquem profissionais qualificados e experientes em Dentística para avaliar a necessidade real de facetas de resina composta. Ter um cuidado adequado na escolha do profissional e no planejamento do tratamento pode minimizar os riscos e garantir a eficácia e durabilidade do procedimento, preservando assim a saúde e a beleza dos dentes.

“Optar por um sorriso natural, apenas com ortodontia, por meio do uso dos alinhadores invisíveis e com o clareamento dental, pode trazer de volta um sorriso bonito, semelhante aos dos artistas, sem fazer uma mudança que é difícil de ser revertida, como as facetas de resina”, finaliza a especialista.

Por Amanda Ivanov

Veja Também