Diário Logo

O Diário Logo

4 dicas para gerenciar o estresse no ambiente de trabalho

Em um mundo corporativo cada vez mais competitivo e exigente, é comum que as pessoas tenham que enfrentar situações estressantes, pressões e desafios que podem afetar negativamente a saúde mental. No entanto, adotar práticas que promovam o equilíbrio emocional pode ajudar a lidar com essas dificuldades de maneira mais eficaz. A seguir, confira algumas atitudes […]

15 de maio de 2024

Reportagem de: Edicase Conteúdo

Em um mundo corporativo cada vez mais competitivo e exigente, é comum que as pessoas tenham que enfrentar situações estressantes, pressões e desafios que podem afetar negativamente a saúde mental. No entanto, adotar práticas que promovam o equilíbrio emocional pode ajudar a lidar com essas dificuldades de maneira mais eficaz.

A seguir, confira algumas atitudes para cultivar a saúde mental no ambiente de trabalho:

1. Estabeleça limites saudáveis

Defina limites claros entre o trabalho e a vida pessoal. Isso inclui evitar levar demandas para casa, desconectar-se de dispositivos eletrônicos após o expediente e reservar tempo para atividades que tragam prazer e relaxamento.

“Períodos de desconexão são essenciais para o bem-estar. Esquecer um pouco o check-list, olhar para si e fazer algo que não esteja vinculado a responsabilidades, mas ao prazer, ao conforto que tanto lhe falta. Sua mente ficará mais descansada e até mais produtiva”, ressalta Monica Machado, psicóloga e fundadora da Clínica Ame.C.

2. Gerencie o estresse

Desenvolva técnicas eficazes para lidar com o estresse, como meditação, respiração profunda, yoga ou exercícios físicos. Tirar pequenas pausas durante o dia para relaxar e recarregar também pode ajudar a aliviar a pressão.

Além de ser importante para a saúde mental, gerenciar o estresse também beneficia o coração. Isso porque, conforme explica o Dr. Rizzieri Gomes, médico cardiologista e especialista em melhoria da qualidade de vida, “o estresse causa a diminuição da quantidade de oxigênio que chega ao músculo cardíaco, chamado miocárdio, aumentando o risco de eventos cardiovasculares adversos, como o infarto”.

Três funcionários olhando para post-its coloridos
Gerenciar o tempo e estabelecer prioridades reduz o sentimento de sobrecarga (Imagem: fizkes | Shutterstock)

3. Organize e priorize tarefas

Aprenda a gerenciar seu tempo de forma eficaz, estabelecendo prioridades e organizando suas tarefas. Isso pode ajudar a reduzir o sentimento de sobrecarga e a sensação de estar constantemente sob pressão.

“Liste as coisas que faz, os papéis que desempenha e analise sua agenda de compromissos para identificar onde seu tempo está, de fato, sendo empregado. Sem essa base de informações precisas, fica difícil estabelecer as prioridades”, diz a psicóloga Monica Machado.

4. Busque apoio

Se estiver enfrentando dificuldades emocionais no trabalho, não hesite em buscar apoio de colegas, amigos e familiares. Conversar sobre seus sentimentos e preocupações pode ser um passo importante para obter suporte e orientação.

Contudo, caso o esgotamento mental tenha chegado ao limite, “é fundamental buscar auxílio médico especializado para avaliação do quadro e orientação quanto ao tratamento”, comenta Danielle H. Admoni, supervisora na residência da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP/EPM) e especialista pela ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria).

Veja Também