Diário Logo

O Diário Logo

5 dicas para fazer pilates em casa de forma segura

Durante a quarentena, causada pela pandemia da covid-19, muitas pessoas passaram a procurar alternativas para se exercitar sem sair de casa. O pilates, por exemplo, foi uma das modalidades que muita gente começo a praticar. A atividade física pode ser realizada no conforto do lar com as orientações corretas. Além de uma série de benefícios […]

19 de junho de 2024

Reportagem de: Edicase Conteúdo

Durante a quarentena, causada pela pandemia da covid-19, muitas pessoas passaram a procurar alternativas para se exercitar sem sair de casa. O pilates, por exemplo, foi uma das modalidades que muita gente começo a praticar. A atividade física pode ser realizada no conforto do lar com as orientações corretas.

Além de uma série de benefícios para o corpo, como melhora da mobilidade articular, da capacidade respiratória e da flexibilidade, o pilates também ajuda a trabalhar a mente, combater a ansiedade e diminuir o estresse e o cansaço. Em casa, entretanto, alguns cuidados são fundamentais a fim de evitar lesões e garantir que os exercícios sejam realizados corretamente. Por isso, confira dicas para você praticar pilates de maneira segura.

1. Faça avaliação física

Segundo a fisioterapeuta Ana Luísa Marçal, antes de iniciar a prática, “é necessário e muito importante que sempre seja feita uma avaliação física [profissional], para que a aula seja montada de acordo com as necessidades e objetivos do aluno”.

2. Tenha um acompanhamento profissional

A especialista ainda explica que realizar os exercícios com acompanhamento de um profissional, mesmo que de maneira on-line, ajuda a reduzir os riscos de lesões durante a execução. Ela ressalta que a avaliação também é essencial para que se possa entender quais as limitações do aluno e se existe algum exercício contraindicado para ele. Segundo a fisioterapeuta, na modalidade on-line, as aulas individuais são as mais indicadas.

Mulher com roupa de malhar sentada em uma sala de estar fazendo exercício físico
Exercícios de mobilidade ajudam a fortalecer a musculatura e são essenciais para evitar lesões durante a atividade física (Imagem: Prostock-Studio | Shutterstock)

3. Pratique exercícios de mobilidade

Quando os exercícios não são praticados corretamente, costas e joelhos são regiões do corpo que podem facilmente ser lesionados. Por isso, de acordo com Ana Luísa Marçal, antes de qualquer coisa, é preciso fortalecer a musculatura que estabiliza essas articulações. “Chamamos musculatura profunda. Também no caso das costas, é necessário trabalhar mobilidade, e joelhos, respeitar a angulação de proteção da patela”.

4. Invista em equipamentos de alta qualidade

O pilates pode ser praticado por qualquer pessoa e em qualquer momento da vida. “Ele é uma atividade física completa, que trabalha corpo e mente e abrange todos os públicos – desde um idoso com dor na coluna, até um atleta de alta performance”, enfatiza a fisioterapeuta.

Para começar a praticar, além do acompanhamento com um profissional, basta investir em equipamentos de qualidade e adequados ao seu nível de experiência, como colchonetes, bola de pilates, faixa elástica, rolo de espuma, peso de mão etc, que são facilmente encontrados no mercado.

5. Sincronize o exercício com a respiração

Para quem quer começar a praticar pilates, Ana Luísa Marçal explica que há alguns princípios os quais devem ser seguidos durante as aulas. “Sempre manter a contração do Power House, que são músculos que estabilizam o tronco, e sincronizar o exercício com a respiração. Lembrando da expiração sempre no momento de maior esforço no exercício”, finaliza a profissional.

Veja Também