Diário Logo

O Diário Logo

5 espécies de tartarugas e jabutis para ter em casa 

Os quelônios, que incluem tartarugas e jabutis, são frequentemente escolhidos como animais de estimação por sua longevidade e comportamento tranquilo. Apesar de ambos os animais serem chamados popularmente como “tartaruga”, são seres distintos.  A principal diferença está no habitat: as tartarugas são geralmente aquáticas ou semi-aquáticas, enquanto os jabutis são estritamente terrestres. Os primeiros possuem […]

3 de junho de 2024

Reportagem de: Edicase Conteúdo

Os quelônios, que incluem tartarugas e jabutis, são frequentemente escolhidos como animais de estimação por sua longevidade e comportamento tranquilo. Apesar de ambos os animais serem chamados popularmente como “tartaruga”, são seres distintos. 

A principal diferença está no habitat: as tartarugas são geralmente aquáticas ou semi-aquáticas, enquanto os jabutis são estritamente terrestres. Os primeiros possuem patas adaptadas para nadar, com membranas entre os dedos, enquanto os segundos têm patas robustas e arredondadas, adequadas para caminhar em terra. 

No Brasil, algumas espécies de quelônios podem ser criadas em casa, desde que com a devida autorização do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), garantindo a legalidade e o bem-estar dos animais. Abaixo, conheça algumas delas! 

1. Tartaruga-tigre-d’água 

tartaruga-tigre-d'água com a cabeça amarela em grama
A tartaruga-tigre-d’água alimenta-se de plantas aquáticas, pequenos peixes e insetos (Imagem: fvolu | Shutterstock)

Esta espécie é verde-escura com listras amarelas no corpo e uma mancha vermelha atrás dos olhos. Os machos geralmente são menores, medindo entre 12 e 20 cm, enquanto as fêmeas podem chegar a 30 cm. É um animal aquático e gosta de passar a maior parte do tempo na água, mas precisam de um local seco para tomar sol. É onívora, alimentando-se de plantas aquáticas, pequenos peixes e insetos. 

2. Jabuti-piranga 

jabuti-piranga deitada no chão e  olhando para o lado
O jabuti-piranga é uma espécie terrestre e herbívora (Imagem: seasoning_17 | Shutterstock)

O jabuti-piranga tem carapaça alongada com placas escuras e manchas amarelas ou alaranjadas. Suas patas são robustas e apresentam escamas de cor vermelha ou laranja. Pode atingir até 50 cm de comprimento. É uma espécie terrestre e prefere ambientes secos e abertos. É herbívora, alimentando-se principalmente de frutas, folhas e flores, mas também pode comer pequenos invertebrados. 

3. Jabuti-tinga 

jabuti-tinga em pé no chão e com o corpo de lado
O jabuti-tinga é um dos maiores jabutis da América do Sul (Imagem: Margus Vilbas | Shutterstock)

O jabuti-tinga tem a carapaça de cor marrom escura a preta com manchas amarelas nas escamas. Suas patas também apresentam escamas amarelas. Pode crescer até 70 cm de comprimento e pesar até 40 kg, sendo um dos maiores jabutis da América do Sul. Esta espécie é terrestre e a dieta inclui frutas, folhas, flores, e ocasionalmente pequenos invertebrados. 

4. Tartaruga-russa 

Rosto e parte do casco da tartaruga-russa em grama
A tartaruga-russa é terrestre e herbívora (Imagem: MattL_Images | Shutterstock)

A tartaruga-russa tem a carapaça arredondada e plana, de cor marrom-oliva com manchas escuras. A parte inferior do casco é geralmente amarela com manchas escuras. Os adultos medem entre 15 e 25 cm de comprimento. Suas patas são robustas, com garras fortes que são ideais para cavar. Esta espécie é terrestre e herbívora, alimentando-se principalmente de gramíneas, ervas daninhas e flores. 

5. Tartaruga-pintada 

Tartaruga-pintada de lado em cima de pedra
A tartaruga-pintada é uma espécie semiaquática (Imagem: Brian Lasenby | Shutterstock)

A tartaruga-pintada tem carapaça lisa e oval, com cores variando de verde a preto, frequentemente com listras amarelas e vermelhas nas bordas. A pele é escura com listras amarelas e vermelhas na cabeça, pescoço e patas. Os machos geralmente medem entre 10 e 15 cm, enquanto as fêmeas podem chegar a 20 cm de comprimento. Esta espécie é semiaquática e onívora, alimentando-se de plantas aquáticas, pequenos invertebrados, e ocasionalmente pequenos peixes. 

Veja Também