Diário Logo

O Diário Logo

6 benefícios da suplementação alimentar para a saúde da tireoide

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 750 milhões de pessoas em todo mundo têm alguma patologia na tireoide. Além disso, conforme o Instituto Nacional do Câncer (INCA), estima-se que no Brasil haverá 16.660 novos casos de câncer de tireoide por ano entre 2023 e 2025, sendo as mulheres as mais afetadas.  […]

15 de junho de 2024

Reportagem de: Edicase Conteúdo

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 750 milhões de pessoas em todo mundo têm alguma patologia na tireoide. Além disso, conforme o Instituto Nacional do Câncer (INCA), estima-se que no Brasil haverá 16.660 novos casos de câncer de tireoide por ano entre 2023 e 2025, sendo as mulheres as mais afetadas. 

Consultas ao médico, aliadas aos hábitos saudáveis, como atividade física e alimentação, além do uso de suplementos, quando indicados por médicos, podem contribuir com a prevenção de problemas na tireoide, conforme explica Larissa Amorim, nutricionista da Always Fit, plataforma de e-commerce especializada em suplementos naturais.

“Ter a combinação equilibrada de suplementos adequados aliados a hábitos saudáveis é fundamental para quem precisa ter o controle da tireoide. Os nutrientes como, selênio, ômega 3, vitaminas do complexo B, dentre outros, conseguem ajudar na regulação da função tireoidiana. Além disso, é preciso haver um consumo de frutas, verduras e proteínas magras refogadas com óleo de qualidade”, explica a nutricionista.

Todavia, é importante lembrar que não se deve consumir suplementos alimentares sem a recomendação e o acompanhamento médio. “É de grande importância buscar a orientação e acompanhamento de um profissional da saúde para personalizar a suplementação de acordo com as necessidades individuais e estilo de vida, para não haver consumo em excesso que pode ser prejudicial”, completa.

Abaixo, a nutricionista lista 6 benefícios da suplementação alimentar para a saúde da tireoide

1. Melhora no metabolismo e sintomas

Pessoas que têm hipertireoidismo ou hipotireoidismo podem ter uma melhora na fadiga e cansaço com o consumo de suplementos aliados a hábitos saudáveis, além de conseguirem ter um maior controle do peso. Há suplementos como o ômega 3, picolinato de cromo, creatina, entre outros, que ajudam na aceleração do metabolismo, contribuindo para a redução de peso e para mais disposição no dia a dia. 

2. Regulação hormonal

Um dos maiores desafios quando falamos de tireoide é o funcionamento adequado da glândula, que impacta em todo organismo. Hoje, suplementos específicos como, óleo de semente de abóbora, vitamina B12, entre outros, podem ajudar a equilibrar os níveis hormonais. 

3. Complemento nutricional

Quando aliados com uma alimentação saudável, os nutrientes dos suplementos como magnésio, vitamina D, selênio e ferro atuam com um papel fundamental na manutenção da saúde da tireoide. Importante ressaltar que em alguns casos mais graves, o ferro precisa ser suplementado por via endovenosa.

“É preciso um cuidado especial para não haver excesso de suplementação, principalmente no consumo de iodo que já encontramos presente no sal. Além disso, há casos de anemia severa que necessita da suplementação endovenosa e devem ter um acompanhamento médico ainda mais de perto”, ressalta Larissa Amorim.

Mulher sentada em bancada com uma cumbuca de salada, sorrindo comendo uma maçã e com vários alimentos saudáveis espalhados na mesa
Uma alimentação balanceada auxilia no controle da tireoide (Imagem: Art_Photo | Shutterstock)

4. Consumo de frutas, proteínas e vegetais

Uma alimentação balanceada, com o consumo de frutas e vegetais, também é importante para o controle da tireoide, principalmente para problemas no intestino que não costumam funcionar bem em pessoas com hipertireoidismo ou hipotireoidismo.

“Em geral, boa parte dos pacientes têm o intestino constipado. Por isso, também é importante haver um consumo de frutas, proteínas magras, vegetais, melhorando o consumo de fibras com água e atividade física”, afirma a nutricionista.

5. Ajuda na imunidade

Por serem condições autoimunes, ou seja, o próprio corpo não produz hormônios suficientes para o equilíbrio da glândula, as pessoas com hipertireoidismo ou hipotireoidismo têm uma imunidade mais baixa. Ao utilizar a suplementação aliada ao estilo de vida saudável com acompanhamento médico, há menores chances para o desenvolvimento de doenças. 

6. Prática de atividade física

Por último e não menos importante, a prática de atividade física, além de ajudar na manutenção do peso, contribui para a melhora do metabolismo e melhora nos índices de colesterol, diabete, além dos hormônios da tireoide, conhecidos como T3 (triiodotironina) e o T4 (tiroxina).

Por Kelly Spinola 

Veja Também