Diário Logo

O Diário Logo

6 dicas para lidar com emoções negativas de forma saudável 

Sentir-se sobrecarregado por emoções negativas é uma experiência comum, mas muitas vezes subestimada. Em vez de ignorar, reprimir esses sentimentos ou, ainda, sucumbir à ideia de positividade tóxica propagada pela sociedade, deve-se reconhecer e aceitar essas emoções como parte do processo humano. Encontrar formas saudáveis de enfrentá-las transforma essas experiências desafiadoras em oportunidades para crescimento […]

20 de junho de 2024

Reportagem de: Edicase Conteúdo

Sentir-se sobrecarregado por emoções negativas é uma experiência comum, mas muitas vezes subestimada. Em vez de ignorar, reprimir esses sentimentos ou, ainda, sucumbir à ideia de positividade tóxica propagada pela sociedade, deve-se reconhecer e aceitar essas emoções como parte do processo humano. Encontrar formas saudáveis de enfrentá-las transforma essas experiências desafiadoras em oportunidades para crescimento e autoconhecimento.

“Encontrar o equilíbrio entre permitir-se sentir emoções negativas, como a tristeza, e não se perpetuar nelas é uma parte crucial do bem-estar emocional. Ela, como todas as emoções, tem seu papel e importância, sinalizando quando algo está errado e incentivando a introspecção ou a mudança”, comenta Giuliano Milan, especialista em meditação.

Para que cada vez mais pessoas aprendam a aceitar e a expressar de formas saudáveis suas emoções, Giuliano Milan lista seis dicas do que fazer quando bater aquela bad vibe:

1. Aceitação

A aceitação é um passo fundamental para lidar com emoções negativas de forma saudável. Reconhecer e aceitar a tristeza como parte natural da experiência humana pode ajudar a resistência e o impacto negativo dessas emoções.

2. Consciência emocional

Desenvolver a consciência emocional ou a capacidade de reconhecer e nomear as próprias emoções é crucial. Compreender as emoções ajuda a identificar as causas subjacentes da tristeza e encontrar maneiras mais eficazes de lidar com ela.

3. Expressão saudável

Encontrar maneiras saudáveis de expressar emoções é essencial. Isso pode incluir falar sobre os sentimentos com amigos de confiança ou com um terapeuta, escrever em um diário ou engajar-se em atividades criativas. A expressão emocional facilita o processamento da tristeza e previne o acúmulo de emoções negativas.

Homem idoso praticando atividade física com auxílio de profissional
Manter uma rotina de cuidados pessoais com exercícios físicos e boa alimentação ajuda no fortalecimento da resiliência emocional (Imagem: fizkes | Shutterstock)

4. Cuidado pessoal e atividade de reforço

Manter uma rotina de cuidados pessoais, incluindo exercícios físicos regulares, alimentação saudável, sono adequado e práticas que trazem alegria, ajuda a fortalecer a resiliência emocional. Participar de atividades prazerosas também contribui para a criação de um contrapeso entre as emoções negativas, facilitando a recuperação emocional.

5. Atenção plena (mindfulness)

A prática de atenção plena ajuda a observar os pensamentos e os sentimentos sem julgamento. O mindfulness auxilia na diminuição da intensidade das emoções negativas e promove uma recuperação emocional mais rápida.

6. Busca de apoio emocional

Conectar-se com amigos, família ou grupos de apoio pode proporcionar uma rede de segurança emocional. A terapia, seja cognitivo-comportamental, psicodinâmica ou outra forma, oferece estratégias personalizadas para lidar com a tristeza e prevenir que se torne crônica. 

Encontrar o equilíbrio é um processo individual e exige experimentar diferentes estratégias para descobrir o que funciona melhor para cada pessoa. A chave está em ser gentil consigo e reconhecer que buscar ajuda profissional é um sinal de força, especialmente se a tristeza se tornar avassaladora ou prolongada.

Por Felipe Sá

Veja Também