Diário Logo

O Diário Logo

7 bons motivos para castrar cachorros e gatos 

A castração de cachorros e gatos contribui para a promoção da saúde, segurança e do bem-estar dos animais, além de beneficiar a sociedade como um todo. É um procedimento cirúrgico, feito por um veterinário, para remover os órgãos reprodutores, como os ovários e o útero em fêmeas e os testículos em machos.  “A castração só […]

17 de abril de 2024

Reportagem de: Edicase Conteúdo

A castração de cachorros e gatos contribui para a promoção da saúde, segurança e do bem-estar dos animais, além de beneficiar a sociedade como um todo. É um procedimento cirúrgico, feito por um veterinário, para remover os órgãos reprodutores, como os ovários e o útero em fêmeas e os testículos em machos. 

“A castração só traz benefícios para o animal. É feita com o animal sob anestesia geral inalatória. Em fêmeas, fazemos um pequeno corte no abdômen. Em machos, é feito um corte pequeno na base do pênis”, explica a veterinária Ana Carolina Teixeira Ibelli. Além disso, ela garante que esse tipo de procedimento é rápido. “Em machos, a cirurgia demora em média 10 minutos e, nas fêmeas, 30 minutos”, afirma a profissional. 

A seguir, confira 7 bons motivos para castrar cachorros e gatos!  

1. Controle da superpopulação

A castração se trata de uma excelente maneira de controlar a superpopulação de animais, uma vez que reduz a quantidade de filhotes indesejados que, muitas vezes, vão parar em abrigos ou vagam pelas ruas, sujeitos à negligência e ao sofrimento. 

2. Prevenção de doenças reprodutivas 

A castração é uma maneira eficaz de evitar doenças reprodutivas, como tumores mamários em fêmeas e câncer de testículo em machos, o que melhora a qualidade de vida e aumenta a longevidade dos animais. 

3. Comportamento mais calmo 

Geralmente, cães e gatos castrados tendem a ser mais calmos e a exibir menos comportamentos indesejados relacionados com o cio, como a marcação de território, agressividade e constante necessidade de acasalamento. 

Cachorro e gato em grama
A castração reduz riscos de doenças nos pets (Imagem: schubbel | Shutterstock)

4. Diminuição de problemas de saúde 

Além de diminuir as chances de doenças reprodutivas, a castração também pode reduzir o risco de certos problemas de saúde, como infecções uterinas e hérnias perineais em fêmeas, além de prevenir o aparecimento de doenças sexualmente transmissíveis. 

“Os animais não precisam ter libido sexual como os humanos, e o excesso de hormônios pode acarretar diversas doenças, como infecção de útero, tumores de mama, problemas dermatológicos”, alerta Ana Carolina Teixeira Ibelli. 

5. Redução de cheiros  

Animais não castrados exalam odores corporais mais fortes devido à produção de hormônios sexuais. Ainda, apresentam maior propensão a marcar território com urina, o que pode causar odores em casa. 

6. Promoção da convivência pacífica 

Sem castração, cães e gatos podem ser excessivamente territorialistas e ter diferentes comportamentos em relação a outros animais da mesma espécie. Nesse sentido, a castração ajuda a promover relacionamentos pacíficos entre bichos de estimação e a reduzir conflitos por território. 

7. Economia de recursos 

Evitar gestações indesejadas e o cuidado com ninhadas não planejadas pode representar uma economia significativa de recursos financeiros e tempo para os tutores, além de reduzir a carga sobre os sistemas de abrigo e resgate de animais. 

Veja Também