Diário Logo

Notizia Logo

7 cuidados com o cachorro antes das primeiras vacinas 

Antes de o filhote de cachorro ser vacinado pela primeira vez, é necessário tomar algumas precauções para minimizar as chances de ele contrair doenças contagiosas. Isso porque esses pequenos animais têm o sistema imunológico ainda em desenvolvimento e são mais vulneráveis a infecções e doenças.   “Os imunizantes protegem os animais de diversas doenças, entre elas: […]

27 de março de 2024

Reportagem de: Edicase Conteúdo

Antes de o filhote de cachorro ser vacinado pela primeira vez, é necessário tomar algumas precauções para minimizar as chances de ele contrair doenças contagiosas. Isso porque esses pequenos animais têm o sistema imunológico ainda em desenvolvimento e são mais vulneráveis a infecções e doenças.  

“Os imunizantes protegem os animais de diversas doenças, entre elas: cinomose, hepatite, parainfluenza canina, leptospirose canina, clamidiose, leucemia felina e diversas outras que podem debilitá-los e acabar provocando até o óbito”, alerta o veterinário da Petlove Pedro Risolia. 

Por isso, a seguir, confira 7 cuidados com o filhote de cachorro antes das primeiras vacinas!  

1. Ambiente limpo e seguro 

Garanta que o local onde o filhote passa a maior parte do tempo seja mantido limpo e livre de objetos pequenos que ele possa engolir. Isso ajuda a evitar a exposição a agentes patogênicos que podem afetar seu sistema imunológico que ainda está em desenvolvimento. 

2. Isolamento de outros animais 

Se possível, mantenha o filhote isolado de outros animais de estimação, especialmente de cães desconhecidos ou não vacinados. Dessa forma, a probabilidade de adquirir doenças contagiosas antes de ser vacinado é reduzida. 

3. Alimentação adequada 

Forneça uma dieta balanceada que atenda às necessidades nutricionais do filhote. Uma alimentação adequada ajuda a fortalecer o sistema imunológico do cachorro para melhor resistir a doenças. 

filhote embrulhado em uma toalha de banho
Banho regulares são importantes para evitar infecções e problemas de pele no animal (Imagem: Kasefoto | Shutterstock)

4. Higiene dos filhotes

Mantenha a higiene do filhote em dia, incluindo banhos regulares e cuidados com a higiene bucal. Isso ajuda a prevenir infecções e problemas de pele, que podem ser mais graves em filhotes ainda não vacinados. 

5. Visitas ao veterinário 

Agende consultas regulares com um veterinário para monitorar a saúde do cachorro e receber orientações sobre cuidados adequados. O profissional poderá sugerir medidas preventivas e tirar dúvidas sobre a saúde do animal. 

6. Socialização controlada  

Introduza o filhote a diferentes estímulos e ambientes de forma gradual e controlada, evitando locais em que há risco de exposição a doenças. Socializar o cachorro é importante para seu desenvolvimento, mas deve ser feito com cuidado antes das primeiras vacinas. 

7. Atenção aos sinais de alerta 

Por fim, informe ao veterinário se observar sintomas como falta de apetite, letargia, vômito, secreção nasal e fezes aquosas. 

Veja Também