Diário Logo

O Diário Logo

7 indícios de que a Amazônia pode ajudar a amenizar os problemas climáticos

Não há dúvida de que a conservação da Amazônia é essencial não apenas para o Brasil e os países amazônicos, mas para o equilíbrio climático global. Ações de conservação e políticas que promovam o uso sustentável dos recursos naturais são fundamentais para garantir que a Amazônia continue a desempenhar seu papel na mitigação das mudanças […]

5 de junho de 2024

Reportagem de: Edicase Conteúdo

Não há dúvida de que a conservação da Amazônia é essencial não apenas para o Brasil e os países amazônicos, mas para o equilíbrio climático global. Ações de conservação e políticas que promovam o uso sustentável dos recursos naturais são fundamentais para garantir que a Amazônia continue a desempenhar seu papel na mitigação das mudanças climáticas.

“É importante entender as razões que fazem essa conservação tão importante para que não só o poder público, mas toda a sociedade volte o olhar para esse bioma”, diz a bióloga Fabiana Prado, gerente do LIRA/IPÊ – Legado Integrado da Região Amazônica, do Instituto de Pesquisas Ecológicas.

A seguir, confira 7 tópicos que explicam como a Amazônia ameniza os desastres climáticos!

1. Ajuda a reduzir gazes de efeito estufa

A Amazônia é uma das maiores florestas tropicais do mundo e atua como um sumidouro de carbono, absorvendo grandes quantidades de dióxido de carbono (CO₂) da atmosfera. As árvores e plantas da floresta capturam o CO₂ durante a fotossíntese, ajudando a reduzir a quantidade de gases de efeito estufa na atmosfera.

2. Regulação do clima global

A Amazônia influencia o clima global por meio da evapotranspiração, o processo pelo qual as plantas liberam vapor de água na atmosfera. Isso contribui para a formação de nuvens e chuvas, influenciando padrões climáticos em regiões distantes.

3. Biodiversidade e resiliência ecológica

A diversidade de espécies na Amazônia contribui para a resiliência dos ecossistemas. Ecossistemas diversos são resistentes e se adaptam melhor às mudanças climáticas, mantendo a estabilidade dos ciclos de nutrientes e carbono.

Floresta amazônica com vapor de água branco
Amazônia gera uma grande quantidade de vapor de água que influencia as precipitações em várias partes da América do Sul (Imagem: Maarten Zeehandelaar | Shutterstock)

4. Ciclo hidrológico

A Amazônia desempenha um papel essencial no ciclo hidrológico, gerando uma grande quantidade de vapor de água que influencia as precipitações em várias partes da América do Sul. Isso afeta diretamente a agricultura, os recursos hídricos e a disponibilidade de água potável.

5. Mitigação de desastres naturais

A floresta atua como uma barreira natural contra desastres naturais, como enchentes e deslizamentos de terra, absorvendo e regulando grandes volumes de água.

6. Serviços ecossistêmicos

A Amazônia oferece inúmeros serviços ecossistêmicos que têm impacto direto e indireto no clima. Isso inclui a manutenção da qualidade do ar, a conservação do solo e a preservação de recursos hídricos.

7. Pesquisa e inovação

A floresta amazônica é um laboratório natural para pesquisas sobre clima, biodiversidade e ecossistemas. Conhecimentos adquiridos com estudos na Amazônia podem ser aplicados em políticas e tecnologias para mitigação e adaptação às mudanças climáticas.

Por Rita Lopes

Veja Também