Diário Logo

O Diário Logo

7 livros para crianças entenderem temas delicados com leveza

Nem só de brincadeiras e risadas é feita a vida das crianças. Cada família conhece realidades diversas e, por vezes, repleta de desafios. Por isso, os pequenos precisam de apoio dos adultos para, aos poucos, se entenderem no mundo, amadurecerem e construírem as próprias visões sobre o contexto que os cerca. Mas nem sempre conversar […]

5 de junho de 2024

Reportagem de: Edicase Conteúdo

Nem só de brincadeiras e risadas é feita a vida das crianças. Cada família conhece realidades diversas e, por vezes, repleta de desafios. Por isso, os pequenos precisam de apoio dos adultos para, aos poucos, se entenderem no mundo, amadurecerem e construírem as próprias visões sobre o contexto que os cerca. Mas nem sempre conversar é uma tarefa simples, principalmente quando os temas são delicados.

Por isso, a seguir, confira 7 livros que podem auxiliar na hora de ensinar crianças e dialogar com elas sobre assuntos complexos que atravessam a vida!

1. Cabelo de Estrelas

capa do livro "Cabelo de Estrelas" com ilustração de menina com cabelo de estrelas amarelas
“Cabelo de Estrelas” conta história de uma menina com alopecia devido ao tratamento contra o câncer (Imagem: Divulgação | Troia)

A protagonista desta história é uma menina com alopecia devido ao tratamento contra o câncer, que imagina seu cabelo das formas mais criativas diante do espelho. Coberta por flores, algodão ou conchas do mar, a criança sonha com os recomeços mesmo em uma situação adversa. Esta narrativa foi escrita por Ana Paula de Abreu após ela ser voluntária na oncologia pediátrica de um hospital e perceber a importância das histórias de ficção para levar esperança aos pequenos.

2. Carinho não pode ser segredo

Capa do livro "Carinho Não Pode ser Segredo" com ilustração de crianças em volta do título
“Carinho Não Pode ser Segredo” aborda abuso infantil de forma lúdica (Imagem: Divulgação | Tudo! Editora)

Um livro para cantar com as crianças. Entre imagens coloridas, com personagens que representam diferentes realidades, a obra conversa sobre um tema sensível como o abuso infantil de forma lúdica e leve. Resultado de uma música criada pela influenciadora digital e compositora Elisa Gatti, a Mãe Musical, o projeto conta com apoio do Instituto Liberta e Nação Valquírias, organizações não governamentais que atendem mulheres e seus filhos em situação de vulnerabilidade social.

3. Cachorro Preto! Cachorro Branco!

Capa do livro "Cachorro Preto! Cachorro Branco!" com ilustração de cachorro preto e outro branco
“Cachorro Preto! Cachorro Branco!” incentiva diálogos sobre diversidade (Imagem: Divulgação | DVS Editora)

Esta é uma história de descobertas e amizade entre dois cachorros que inicialmente estranham as diferenças entre si: um é branco e o outro é preto. A publicação incentiva diálogos importantes sobre diversidade e tem linguagem didática e melódica, própria para leituras em voz alta. Por meio das personalidades distintas desses dois cachorrinhos, com a obra de Danielle Felicetti Muquy é possível vislumbrar o poder dos laços afetivos para derrubar barreiras e colorir o mundo.

4. A Coruja que Não Sabe de Nada

capa do livro "A Coruja que Não Sabe de Nada" com menina sentada perto de árvore e coruja voando
“A Coruja que Não Sabe de Nada” reforça a importância de priorizar o crescimento pessoal em vez do material (Imagem: Divulgação | Hanoi Kids)

A obra de Caroline Poole acompanha a aventura de uma corujinha na busca por um cordão perdido que ela acredita carregar toda sua sabedoria. A protagonista conta com a companhia de Isa, uma menina apaixonada por leitura, que a ajuda a perceber que suas qualidades não estão atreladas a nenhum artefato. Esta jornada reforça a importância de priorizar o crescimento pessoal em vez do material e ressalta o mérito nas amizades e no valor próprio.

5. Mosaico – 120 contos de fadas

Capa do livro "Mosaico – 120 contos de fadas" com ilustração de castelo e dragão em preto e branco
“Mosaico – 120 contos de fadas” traz ensinamentos profundos sobre justiça social, amor e importância da confiança (Imagem: Divulgação | Mosaico Books)

Quando a filha da musicista Zelia Brandão era pequena, a mãe criava contos de fadas para falar com a menina sobre o mundo. Narrava histórias sobre um músico em busca de uma terra sem rei, um dragão amigo dos humanos, uma princesa que luta para recuperar o castelo e muitos outros personagens que formam um mosaico dos problemas da vida real. Entre as páginas, a autora atravessa ensinamentos profundos sobre justiça social, amor, importância da confiança e a alegria de promover a paz.

6. Me Conta Dois Contos das Anavitória?

capa do livro "Me Conta Dois Contos das Anavitória?" com ilustração de menina com o cabelo encaracolado
“Me Conta Dois Contos das Anavitória?” revela a importância de compreender e respeitar as singularidades de cada pessoa (Imagem: Divulgação | Trix Editora)

Um cílio insiste em nascer dentro do olho, pois não se acha igual a todos os outros. Um caracol deseja voar para conhecer novos mundos e viver nos sonhos. Nas duas histórias de Felipe Simas que compõem esta obra inspirada nas cantoras da dupla Anavitória, formatada no estilo 2 em 1 ou “vira-vira”, personagens singelos revelam a importância de compreender e respeitar as singularidades de cada pessoa.

7. Tatá Vai Para Escola

capa do livro "Tatá Vai Para Escola" com ilustração de asas de borboleta em roxo e vermelho
“Tatá Vai Para Escola” traz temas importantes como conhecer mais sobre biodiversidade e biologia (Imagem: Divulgação | nVersinhos)

A Lagarta Tatá queria muito ir para a escola. Para isso, uma grande transformação precisaria acontecer. Além de incentivar os pequenos a estudarem, a obra traz temas importantes como conhecer mais sobre biodiversidade e biologia, lidar com transformações e mudanças da vida e cultivar amizades. A autora Taise Agostini aborda os assuntos de maneira lúdica e indica o passo a passo para produzir fantoches e tornar a leitura ainda mais divertida.

Por Clara Menezes

Veja Também