Diário Logo

O Diário Logo

8 razões pelas quais os gatos se escondem 

Os gatos são animais desconfiados por natureza, resultado do seu instinto de sobrevivência. Este comportamento faz com que estejam sempre atentos ao ambiente ao seu redor – mesmo dentro de casa. Como resultado, tendem a se esconder com bastante frequência, buscando lugares seguros e tranquilos em que possam se sentir protegidos. Por isso, a seguir, […]

28 de maio de 2024

Reportagem de: Edicase Conteúdo

Os gatos são animais desconfiados por natureza, resultado do seu instinto de sobrevivência. Este comportamento faz com que estejam sempre atentos ao ambiente ao seu redor – mesmo dentro de casa. Como resultado, tendem a se esconder com bastante frequência, buscando lugares seguros e tranquilos em que possam se sentir protegidos. Por isso, a seguir, confira 8 razões pelas quais os gatos se escondem! 

1. Medo

Os gatos são cuidadosos por natureza e podem se assustar facilmente com barulhos altos, pessoas estranhas ou mudanças em seu ambiente. Dessa maneira, ao sentirem medo, procuram um lugar seguro para se esconder. 

2. Estresse

Assim como o medo, situações estressantes também podem fazer com que o gato se esconda. “O tutor deve observar fatores que podem estar gerando estresse, como alterações na rotina, a chegada de um novo membro ou, até mesmo, a mudança para uma nova casa. Neste caso, o animal poderá apresentar outros sinais de estresse, como arranhaduras em locais inadequados ou marcação urinária”, explica Marina Tiba, médica-veterinária e gerente de produto da Unidade de Animais de Companhia da Ceva Saúde Animal.

3. Busca por calma e tranquilidade

Esses felinos gostam de espaços calmos. Por isso, quando o ambiente é agitado ou barulhento, eles procuram um local mais tranquilo. “Gatos são sensíveis a sons altos. Barulhos repentinos, como equipamentos de manutenção, aspiradores de pó e até mesmo sons fora do habitual podem assustá-los, levando-os a se esconder”, acrescenta Marina Tiba. 

4. Comportamento de caça

Apesar de domesticados, os gatos são animais predadores e têm o instinto de se esconder para observar suas presas antes de atacar. Assim, esse comportamento pode se manifestar em casa, onde se escondem para observar o ambiente ou brincar de caçar. 

5. Saúde e doença

Instintivamente, quando um gato está doente ou ferido, ele costuma se esconder para se proteger de possíveis predadores que podem vê-lo como uma presa fácil. Além disso, o esconderijo oferece um local tranquilo para descansar e se recuperar. 

Gato cinza deitado de barriga para cima em caixa de papelão
Os gatos se escondem para obter privacidade e tempo sozinhos (Imagem: New Africa | Shutterstock)

6. Necessidade de privacidade

Os gatos costumam ser animais mais independentes. Dessa maneira, às vezes precisam de espaço e privacidade e, com isso, se escondem para ter um tempo sozinhos, longe de interações com humanos ou outros animais. 

7. Adaptação a um novo ambiente

Esses bichanos, quando são introduzidos em um novo ambiente, podem se esconder até se sentirem seguros e familiarizados com o novo espaço. “Mudar de ambiente pode ser desafiador para os gatos. Eles precisam de tempo para se acostumar. Se esse for o caso, permita que o pet se esconda, fornecendo espaços seguros e familiares, isso fará com que o pet se sinta confortável e comece, aos poucos, a explorar e interagir com o novo lar”, explica a veterinária. 

8. Mudanças no lar

Não são apenas as mudanças de ambiente que causam estranhamento nos gatos. Pequenas alterações no espaço também podem fazer com que eles se sintam inseguros. “Os gatos gostam de previsibilidade. Sendo assim, quando algo muda em seu ambiente, é natural que ele se esconda para lidar com o desafio”, explica Marina Tiba. 

Conforme a veterinária, é comum que os gatos necessitem de tempo para se adaptar a uma nova experiência. “Portanto, caso o animal passe a se esconder mais do que o habitual, o tutor deverá ter paciência e criar uma atmosfera o mais positiva, calma e tranquila possível, pois diminuir o estresse contribuirá para reduzir o hábito de se esconder do pet”, recomenda. 

Veja Também