Diário Logo

O Diário Logo

Saiba como controlar a ansiedade para o Concurso Nacional Unificado

A primeira edição do Concurso Nacional Unificado (CNU), apelidado de “Enem dos concursos”, está agendada para o dia 5 de maio. Este concurso, que promete ser o maior da história do Brasil, espera atrair mais de 2 milhões de participantes em todo o território nacional. Conforme o evento se aproxima, a ansiedade começa a afetar […]

26 de abril de 2024

Reportagem de: Edicase Conteúdo

A primeira edição do Concurso Nacional Unificado (CNU), apelidado de “Enem dos concursos”, está agendada para o dia 5 de maio. Este concurso, que promete ser o maior da história do Brasil, espera atrair mais de 2 milhões de participantes em todo o território nacional.

Conforme o evento se aproxima, a ansiedade começa a afetar um número crescente de candidatos. Nesse cenário, o psiquiatra Dr. Flávio H. Nascimento destaca que o nervosismo pré-prova influencia seriamente o desempenho dos participantes.

“A ansiedade pode causar dificuldade de concentração e lapsos de memória durante crises, levando a respostas impulsivas e erros. Ela também pode interferir na capacidade de raciocínio lógico e na tomada de decisões, comprometendo o rendimento do indivíduo em atividades que demandem esforço mental, como a realização de uma prova”, afirma.

Controlando a ansiedade

De acordo com o Dr. Flávio, é possível controlar a ansiedade com alguns cuidados básicos que podem ser tomados a partir de alguns dias antes da prova. “Se você já sofre com crises de ansiedade anteriormente, é importante usar estratégias de manejo desse problema, como meditação, controle respiratório e visualização positiva, o que ajuda a reduzir as chances de crises”, recomenda.

Além disso, o médico explica que é importante manter uma rotina regular de sono nos dias anteriores à prova. No dia anterior, também é positivo optar por tarefas diferentes que ajudem a ‘distrair’ o cérebro da ansiedade.

“Também vale a pena exercitar a desmistificação de pensamentos que te deixam ansioso com pensamentos mais produtivos a respeito da sua tarefa. Se sofrer crises fortes de ansiedade, é importante buscar ajuda médica”, indica Dr. Flávio H. Nascimento.

Mulher sentada no chão com fone de ouvidas e as pernas cruzadas meditando
A prática de meditação pode ajudar na regulação da ansiedade (Imagem: Miljan Zivkovic | Shutterstock)

Meditação como aliada

A meditação, prática milenar, se mostra como uma das principais ferramentas para a regulação da ansiedade pré-prova, explica o filósofo e sociólogo Luiz Fellipe Gonçalves de Carvalho. “A ansiedade antes de uma prova prejudica bastante a sua capacidade de raciocínio e memória, o que afeta diretamente seus resultados. Para controlar esse problema, a meditação é uma das técnicas mais importantes”, afirma.

Os benefícios da prática são inegáveis. “Com o foco na respiração e no momento presente, ela reduz os pensamentos negativos e a preocupação excessiva, ajudando a acalmar a mente, corpo e melhorando a concentração e a capacidade de lidar com o estresse”, acrescenta.

Por Adriana Quintairos

Veja Também