Diário Logo

O Diário Logo

Sesi Mogi conquista dois títulos de polo aquático no mesmo final de semana, em Florianópolis

O final de semana foi doce para as equipes do Sesi Mogi que retornam para casa com campanha invicta e medalha de ouro no peito

3 de junho de 2024

Equipe Sesi Mogi feminina sub-14 campeã em Florianópolis | Reprodução/Redes Sociais.

Reportagem de: Vitor Gianluca

No último sábado (1), as equipes sub-14 feminina e masculina do Sesi Mogi viajaram para Florianópolis, em Santa Catarina e foram campeãs no II Festival de Polo Aquático NPA de 2024. O torneio que teve início na quinta-feira (30), sagrou ambas equipes campeãs com campanha invicta.

Apesar do grande desgaste sofrido pelas equipes na viagem, como destacou o treinador Maurício Bittencourt, as equipes conseguiram vitórias expressivas na piscina. “O grande desafio é a distância, de sair daqui em véspera de feriado para ir para Florianópolis, uma cidade turística. Saímos 5h da manhã e chegamos lá às 22h”, ressaltou o técnico.

Campanha do time feminino sub-14

No feminino, o Sesi Mogi abriu o campeonato contra o Senna, com vitória maiúscula de 12 a 0. Na segunda partida, enfrentou as Sereias NPA e não tomou conhecimento das adversárias, com resultado final de 18 a 3. O Sesi Mogi fechou a fase de grupos com outras duas vitórias, uma delas contra o Sesi S.A (15 a 2) e outra contra as Sereias NPA (15 a 3). Na aguardada final, as meninas do Sesi demonstraram mais uma vez o poder da equipe e golearam a equipe Senna, 15 a 3.

Campanha do masculino

Na fase de grupos, o Sesi masculino abriu os trabalhos com vitória para cima do Santo André, por 14 a 10. Depois, venceu o Paineiras (14 a 2), o NPA (16 a 0) e o Barretos (11 a 6). Na final, voltou a enfrentar o Barretos e conquistou o título vencendo a partida por 11 a 8.

Equipe sub-14 masculina do Sesi Mogi campeã em Florianópolis | Reprodução/Redes Sociais.

Maurício também destacou outros desafios que os jovens enfrentam em competições como esta. “As duas equipes jogam o Campeonato Paulista, mas são garotos. A gente sabe que eles variam muito, assim como eles podem jogar muito bem uma partida, na outra, eles podem ter um desequilíbrio e não jogar como devem. Esse fator psicológico é o grande fator para o time feminino e do masculino, superar o medo de errar”, disse.

“Outro fator é a pressão colocada da vida. A vida de estudante, de filho, de atleta, porque a gente cobra muito eles também. Nós falamos para os atletas que o investimento é muito grande, uma viagem dessa para Florianópolis não sai barato e eles não tiram nada do bolso. A gente faz com que eles pensem e conscientizem que é um dinheiro investido pela empresa. Existe um compromisso com a empresa, com os pais, com os amigos, com os técnicos, Anderson e eu”, completou.

As equipes retornam para a cidade com a medalha de ouro na mala e já iniciam os treinamentos para a próxima competição. No próximo final de semana, a equipe vai para São Paulo, jogar a Liga de Treinamento do SESI, masculino e feminino, sub 14 e 16. Os jogos serão realizados na Vila Leopoldina. O local estará repleto de atletas da seleção brasileira em todas as categorias, do sub-14 ao adulto.

Veja Também