Diário Logo

O Diário Logo

Suzanão é palco das semifinais da Taça das Favelas Alto Tietê

O Estádio Municipal Francisco Marques Figueira, o Suzanão, recebeu as partidas de semifinal da Taça das Favelas Alto Tietê no último domingo (25). Com a presença do prefeito Rodrigo Ashiuchi e dos secretários municipais Pedro Ishi (Saúde), Paulo Pavione (Comunicação Pública) e Arnaldo Marin Junior, o Nardinho (Esportes e Lazer), foram realizados quatro jogos, sendo […]

27 de junho de 2023

Reportagem de: O Diário

O Estádio Municipal Francisco Marques Figueira, o Suzanão, recebeu as partidas de semifinal da Taça das Favelas Alto Tietê no último domingo (25). Com a presença do prefeito Rodrigo Ashiuchi e dos secretários municipais Pedro Ishi (Saúde), Paulo Pavione (Comunicação Pública) e Arnaldo Marin Junior, o Nardinho (Esportes e Lazer), foram realizados quatro jogos, sendo dois entre times masculinos e outros dois no naipe feminino.

Abrindo o dia de jogos da competição organizada pela Central Única de Favelas (Cufa), o gramado do Suzanão foi palco das semifinais femininas que definiram a classificação de duas equipes de Mogi das Cruzes. Com tranquilidade, a Favela Jundiapeba derrotou a Favela da Vila Santa Margarida, de Ferraz de Vasconcelos, por 4 a 0, garantindo a primeira vaga para a decisão. Com menos vantagem, as mulheres da Favela Vila Nova União asseguraram um lugar na decisão ao vencer o Complexo Barreto de Arujá nos pênaltis, depois de um empate sem gols no tempo normal.

Após as disputas femininas foi a vez dos homens entrarem em campo. Ao contrário do primeiro naipe, no qual duas equipes mogianas foram às finais, a fase decisiva no masculino envolverá um time de Mogi e outro de Arujá.

Os arujaenses do Complexo Jardim Real superaram o Complexo Calmon Viana, de Poá, por 2 a 0, garantindo uma das vagas para a final. Por sua vez, a Favela Jundiapeba repetiu a dose entre os homens e foi à decisão ao bater a Favela do Seu Tié, de Itaquaquecetuba, por 2 a 1.

Nardinho relatou que o Suzanão é a casa do futebol da cidade e, por isso, é o lugar mais que ideal para receber a Taça das Favelas. “Reunir jovens de várias cidades da região e tê-los aqui, demonstrando sua habilidade e perseguindo o sonho de um título de peso na categoria, é um diferencial importante. Ficamos muito felizes com os resultados, esperamos receber o torneio mais vezes”, disse.

Ashiuchi, que teve a oportunidade de dar o chute inicial de um dos embates, parabenizou a organização do evento, destacando que foi uma honra sediar uma fase decisiva da Taça das Favelas. “Este campeonato é notório por abrir os horizontes do público para as comunidades, oferecendo uma chance de mostrar seu talento desde as primeiras fases até as etapas finais. Em nome do coordenador da entidade, Servo GDS (Geraldo Augusto Rodrigues Mendes) e do presidente da Cufa Itaquá, Dyhogo Arizona, parabenizo toda a organização do evento, estarei na torcida por duas grandes finais”, comentou. As partidas decisivas serão disputadas no dia 30 de julho, em Mogi.

Veja Também