Diário Logo

Notizia Logo

Agestab cobra reforço no policiamento do Taboão

A Associação Gestora do Distrito Industrial do Taboão (Agestab) se reuniu, nesta semana, com o comandante do 17º Batalhão de Polícia Militar de Mogi das Cruzes, o tenente-coronel PM Manoel Ferreira Neto, e solicitou o reforço do policiamento na região. O encontro foi realizado na sede do Batalhão. O presidente da Agestab, Osvaldo Baradel, agradeceu […]

1 de abril de 2023

Reportagem de: O Diário

A Associação Gestora do Distrito Industrial do Taboão (Agestab) se reuniu, nesta semana, com o comandante do 17º Batalhão de Polícia Militar de Mogi das Cruzes, o tenente-coronel PM Manoel Ferreira Neto, e solicitou o reforço do policiamento na região. O encontro foi realizado na sede do Batalhão.

O presidente da Agestab, Osvaldo Baradel, agradeceu a parceria com a Polícia Militar e lembrou das ações desenvolvidas em parceria com a PM, como o programa Vizinhança Solidária e o monitoramento por câmeras.

“Viemos, primeiramente, agradecer a parceria e o diálogo que nós, da Agestab, sempre tivemos com a Polícia Militar”, frisou Baradel. “Nós, da Associação Gestora, sabemos do papel que a sociedade civil organizada tem no sistema de segurança pública, por isso, criamos, juntamente com a Polícia Militar, o Programa Vizinhança Solidária Empresarial, uma iniciativa pioneira no Estado, e investimos na Parceria Público-Privada (PPP) do monitoramento por câmeras, contudo, neste momento, a sensação é que o Taboão precisa de uma presença maior da PM, para que a sensação de segurança seja ampliada”, ressaltou Baradel.

O tenente-coronel alertou para a dificuldade em relação ao baixo contingente, porém, afirmou que estudará uma forma de atender ao pedido, remanejando policiais e reforçando o policiamento em horários estratégicos. O comandante destacou que a Polícia Militar Rodoviária tem realizado operações nas rodovias Mogi-Dutra e Ayrton Senna para coibir a chamada “gangue da batidinha”.

“Precisamos ter a consciência que a Polícia Militar trabalha com base em dados e estatísticas, assim, se faz necessário o registro de boletins de ocorrências e o acionamento do 190, não apenas em ocorrência de crimes em andamento, mas, também, em situações suspeitas, de maneira preventiva”, explicou o tenente-coronel. “É muito importante que as empresas orientem seus funcionários e façam campanhas internas sobre a importância de registrar o BO e de ligar para o 190”, ressaltou.

Mais câmeras

Baradel informou que a Agestab vai ampliar o número de câmeras do programa de monitoramento. “Vamos aumentar a quantidade de equipamentos e a qualidade de captação das imagens”, afirmou o presidente da Associação Gestora.

Por meio da união dos empresários e uma Parceria Público-Privada (PPP), a Agestab instalou câmeras de monitoramento em locais estratégicos do Taboão. As imagens são acompanhadas 24 horas pela Guarda Municipal de Mogi das Cruzes e pelas Polícias Civil e Militar. As câmeras podem ser acessadas via celular.

“Segurança pública é responsabilidade de todos. Tentamos fazer tudo aquilo que está ao nosso alcance”, finalizou Baradel.

Participaram do encontro os empresários da Agestab: Ricardo Nagao, Leandro Rossi, Carlos Alberto Yamanaka, Juliana Schunck, e Melchor Barbosa; o comando da PM em Mogi; e o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Pedro Komura.

Veja Também