Diário Logo

O Diário Logo

Audiência em Mogi vai protestar contra o edital para os pedágios no dia 30

Uma audiência popular, com a participação de lideranças políticas, sociais e moradores de cidades do Alto Tietê engajados na luta contra o pedágio em Mogi das Cruzes e Bertioga, previsto na concessão do Lote Litoral, será realizada no próximo dia 30. Esse será o protesto preparado pelo Movimento Pedágio Não, que já esperava a continuidade […]

21 de outubro de 2023

Reportagem de: O Diário

Uma audiência popular, com a participação de lideranças políticas, sociais e moradores de cidades do Alto Tietê engajados na luta contra o pedágio em Mogi das Cruzes e Bertioga, previsto na concessão do Lote Litoral, será realizada no próximo dia 30. Esse será o protesto preparado pelo Movimento Pedágio Não, que já esperava a continuidade do cronograma do projeto de concessão das rodovias litorâneas.

O Governo do Estado anunciou que pretende lançar o edital, com algumas alterações, em novembro.

Um dos fundadores do Movimento Pedágio Não, Paulo Boccuzzi, afirmou que a audiência pública, em Mogi das Cruzes, será mais um protesto da luta contra a cobrança do pedágio free flow, previsto no projeto da Agência de Transportes de São Paulo, a Artesp.

“Nos foi negada uma audiência pública, em Mogi das Cruzes, e vamos fazer essa audiência popular”, informou ele.

VEJA TAMBÉM: Já em implantação em outros locais, o sistema free flow, planejado para Mogi e Bertioga, já é alvo de protesto no estado de São Paulo.

A meta é reforçar a contrariedade das cidades do Alto Tietê contra a cobrança do pedágio considerado um freio para o desenvolvimento social e econômico da cidade. 

A reação ao anúncio do lançamento do edital – um passo que já era esperado pelos integrantes do Pedágio Não, contará com a participação do prefeito Caio Cunha, do Podemos, e de líderes como os deputados estaduais André do Prado, do PL, e Marcos Damásio. Boccuzzi afirma que a mobilização permanece com a intenção de derrubar a ameaça de um pedágio incluído em um projeto que irá melhorar as condições de rodovias no litoral, e não em Mogi das Cruzes.

Esses argumentos têm sido constantamente utilizados em protestos, reuniões e ações judiciais contra a intenção do governo do Estado (relembre aqui).

Detalhes sobre o encontro serão divulgados nos próximos dias pelas lideranças do Pedágio Não.

 

Veja Também