Diário Logo

Notizia Logo

Biritiba Mirim registra mais uma morte violenta

Setembro começou com mais violência em Biritiba Mirim. Na noite do dia 1º, houve o assassinato de Iranilda Bezerra da Costa, de 57 anos, e a tentativa de homicídio de Milton Rodrigues, de 60 anos, companheiro dela, no Jardim Pereira. Em agosto, a Polícia Civil registrou 2 homicídios e 1 latrocínio – roubo seguido de […]

3 de setembro de 2020

Reportagem de: O Diário

Setembro começou com mais violência em Biritiba Mirim. Na noite do dia 1º, houve o assassinato de Iranilda Bezerra da Costa, de 57 anos, e a tentativa de homicídio de Milton Rodrigues, de 60 anos, companheiro dela, no Jardim Pereira. Em agosto, a Polícia Civil registrou 2 homicídios e 1 latrocínio – roubo seguido de morte -, em bairros diferentes, portanto, se pode mencionar que o município deixou de ser o mais pacato da região do Alto Tietê. Um suspeito já foi ouvido na delegacia.Uma equipe da Polícia Militar encontrou Iranilda morta com três tiros na área externa da residência. Já Milton chegou a correr em torno do seu veículo, mas foi alvejado 5 vezes. Apesar dos ferimentos, ele segue internado no Hospital Luzia de Pinho Melo e não corre risco de morte.O motivo dos crimes seria uma divergência judicial que envolve um certo “Chiquinho” e Iranilda por causa de um terreno. “Maicon, filho de Chiquinho, nunca concordou que o pai perdeu a disputa da propriedade na Justiça”, contou na delegacia Bianca da Costa, de 33 anos, filha de Iranilda.FerrazUma mulher desconhecida que vestia short azul e uma blusa preta e cinza, foi encontrada morta às 7h30 desta terça-feira, na rua Professor Paulo Paganuci, na Vila São Paulo. Ela tinha ferimentos atrás do pescoço. O Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) investiga o crime.

Veja Também