Diário Logo

O Diário Logo

Casal é preso e adolescente apreendido por assassinato em Santa Isabel

Três pessoas, entre elas um adolescente, foram detidos pela Polícia Civil de Santa Isabel por suspeita de estarem envolvidos no assassinato de Isabel Aparecida de Oliveira, de 37 anos. O homicídio foi cometido no dia 17 de fevereiro. Além do adolescente, foram presos um homem e uma mulher, que é ex-companheira e mãe do filho […]

1 de março de 2023

Reportagem de: O Diário

Três pessoas, entre elas um adolescente, foram detidos pela Polícia Civil de Santa Isabel por suspeita de estarem envolvidos no assassinato de Isabel Aparecida de Oliveira, de 37 anos. O homicídio foi cometido no dia 17 de fevereiro. Além do adolescente, foram presos um homem e uma mulher, que é ex-companheira e mãe do filho do namorado da vítima. As informações são do G1.

No dia do crime, segundo a Polícia, Isabel foi encontrada morte do lado de fora da casa em que vivia, na Estrada do Monte Negro, que fica em Santa Isabel. O corpo tinha ferimentos no pescoço e facas e uma tesoura foram encontradas no local. As portas do imóvel tinham sido arrombadas e vestígio de sangue também foi observado pela Polícia.

Em um primeiro momento, o namorado da vítima se tornou o primeiro suspeito pelo crime. Logo no dia 18 de fevereiro, dia seguinte ao homicídio, ele foi até a delegacia prestar depoimento. Entretanto, diferentes testemunhas foram ouvidas e disseram estar na companhia dele no momento em que o assassinato aconteceu.

Ex-companheira do namorado – que também é mãe do filho dele – se tornou, então, suspeita pelo crime, devido a algumas circunstâncias, de acordo com a Polícia. O atual namorado dela também se tornou suspeito.

Os dois foram levados para a delegacia para prestar depoimento no dia 24 de fevereiro. Para a Polícia, a suspeita apontou o companheiro como autor do homicídio. Ele isentou a mulher pelo crime e disse que teria agido com o auxílio do adolescente.

Na última segunda-feira (27), o adolescente de 17 anos foi apreendido pela Polícia e relatou que foi contratado pelo suspeita, que disse que ele receberia R$500 para ficar esperando no carro. Ele disse, porém, que os três entraram na residência e acabou recebendo R$200.

Ainda de acordo com a versão apresentada pelo jovem, o homem teria arrombado a porta e entrado com a suspeita para pegar Isabel. A vítima teria ido para cima do suspeito e, nesse momento, o adolescente teria segurado Isabel. Ele relatou ainda que o homem atingiu a vítima com uma faca na barriga, enquanto a mulher deu com a tesoura na cabeça de Isabel. Depois disso, eles teriam fugido.

A Polícia, então, pediu a prisão preventiva dos dois adultos e a internação do adolescente. O caso foi registrado como homicídio mediante pagamento, promessa de recompensa ou motivo torpe e recurso que impossibilitou a defesa da vítima.

Veja Também