Diário Logo

Notizia Logo

Central de segurança de Santos deve servir de modelo para Mogi

O Centro de Controle Operacional de Santos, que monitora a cidade em tempo real e integra serviços públicos e forças de segurança daquele ponto da Baixada Santista poderá servir como modelo para Mogi das Cruzes. Nesta quarta-feira (9), o prefeito Caio Cunha (PODE) e um grupo de assessores estiveram na cidade conhecendo de perto a […]

11 de agosto de 2023

Reportagem de: O Diário

O Centro de Controle Operacional de Santos, que monitora a cidade em tempo real e integra serviços públicos e forças de segurança daquele ponto da Baixada Santista poderá servir como modelo para Mogi das Cruzes.

Nesta quarta-feira (9), o prefeito Caio Cunha (PODE) e um grupo de assessores estiveram na cidade conhecendo de perto a central de inteligência responsável pelo monitoramento de Santos 24 horas por dia, com a ajuda de câmeras instaladas em pontos estratégicos, garantindo maior agilidade no atendimento às mais diferentes ocorrências, como crimes, acidentes de trânsito, alagamentos, entre outros.

Todo o processo de instalação e operacionalização do CCO foi apresentado aos mogianos pelo secretário de Governo santista, Fábio Ferraz, e pelo chefe do Centro, Paulo Roberto de Oliveira Souza.

Eles expuseram aos visitantes todo o sistema que se iniciou em 2015 com a busca de linhas de financiamentos, assim como a estrutura do equipamentos, as dificuldades para implementação e manutenção. Afinal, a Prefeitura de Santos dispõe de mais de 1.700 câmeras integradas e já desenvolve planos para expansão do sistema de vigilância permanente de toda a cidade.

O secretário apontou a palavra “integração” para definir o trabalho do CCO.

Segundo ele, por meio do Centro, “foram integradas todas as agências públicas num único ambiente para acompanhar e monitorar toda a cidade por meio daquela ferramenta, que interliga as ações da Guarda Municipial, Defesa Civil, Polícia Militar, Polícia Rodoviária, Guarda Portuária, Companhia de Engenharia de Tráfego, Samu e Ouvidoria Municipal, com a supervisão e suporte da Secretaria de Governo”.

Caio Cunha e acompanhantes também foram apresentados aos módulos do Sistema de Informações Geográficas de Santos, o SIGSantos, que é a base de dados oficial do Centro de Controle, responsável por produzir relatórios gerenciais e estatísticas relacionadas às ocorrências  da cidade.

Em conversa com as autoridades santistas, o prefeito de Mogi disse que “nosso objetivo é implantar o mesmo sistema em nosso município. Então, poder ver de perto essa ferramenta que usa tanta tecnologia e consegue englobar não só a questão da segurança pública, mas também o monitoramento e cruzamento de dados da cidade foi extremamente positivo. Santos é uma grande referência para nós e foi um grande aprendizado conhecer esse sistema tão exitosos e importante para a cidade e sua população”, disse Caio, segundo relato da assessoria da Prefeitura de Santos.

 

Segurança

Duas cidades integrantes do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) estão entre as mais seguras do País, segundo o Anuário 2023 “Cidades Mais Seguras do Brasil”.

O levantamento coloca Poá na décima posição do ranking geral do País, enquanto Guarulhos aparece em primeiro lugar entre os municípios com mais de 1 milhão de habitantes.

O levantamento foi feito com base em informações do IBGE e da Secretaria de Vigilância em Saúde e Ambiente, do Ministério da Saúde, que levam em conta as cidades em seus níveis de óbitos violentos a cada 100 mil habitantes.

Assassinatos

Segundo o  anuário, Poá, fica atrás apenas das cidades de Jaraguá do Sul (SC), Salto (SP), Várzea Paulista (SP), Botucatu (SP), Indaiatuba (SP), Brusque (SC), Araraquara (SP), Votorantim (SP) e Lavras (MG).

No ano de 2022, o município do Alto Tietê registrou índice de 5,1 assassinatos por 100 mil habitantes, que o torna o sétimo endereço mais seguro de São Paulo.

Nos municípios com mais de 1 milhão de habitantes, Guarulhos ficou à frente de São Paulo, Brasília, Campinas, Goiânia, Belém, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba e Rio de Janeiro.

A cidade contabilizou, no ano passado, 9,3 assassinatos por 100 mil moradores.

Estados e Sudeste

O anuário traz, ainda, os dez estados mais seguros para se viver. O primeiro é Santa Catarina (8,6), seguido por São Paulo (11,3); Minas Gerais (14,0); Distrito Federal (14,2); Rio Grande do Sul (17,7); Mato Grosso do Sul (20,5); Acre (23,1); Goiás (23,7); Piauí (24,4); e Paraná (24,5).

Já a região Sudeste é apontada como a mais segura com índice de 17,0 assassinatos por 100 mil habitantes, segundo o Condemat.

PC do B em livro

Integrantes do PC do B de Mogi das Cruzes deverão estar presentes em São Paulo, no próximo dia 17, às 19 horas, para participar do lançamento do livro inconográfico “Cem Anos de Amor e Coragem pelo Brasil”, que irá comemorar o centenário de criação da legenda no País.

O livro, com 600 páginas e mais de 3 mil imagens promete ser “uma ampla galeria de aspectos da luta do povo, como a democracia, a soberania nacional, organização sindical, direitos políticos e sociais dos trabalhadores, luta por emancipação feminina, combate ao racismo” defendidos  pela legenda ao longo de sua existência.

O lançamento será no Auditório da rua Rego Freitas, 192, na Capital.

Penhora (1)

O juiz da 2ª Vara Cível de Mogi, Fabricio Henrique Canelas, determinou a penhora de valores relativos à monetização do canal do youtuber Felipe Lintz para quitação de débito judicial.

Ele foi condenado a indenizar o ex-prefeito Marcus Melo  por danos morais, por informações falsas divulgadas em suas redes sociais.

O ex-prefeito foi acusado de ter sido alvo de uma operação de busca e apreensão da Polícia Federal. Como ficou provado que tal fato não aconteceu, o juiz determinou que Lintz indenizasse Melo.

Penhora (2)

Como não ocorreu o pagamento, a defesa do ex-prefeito ingressou com nova ação e apesar de todos os bens do youtuber terem sido rastreados, só uma parte da dívida foi quitada.

O advogado de Melo sugeriu a penhora de valores referentes à monetização do canal do Youtube.

O juiz acolheu e determinou que a penhora seja de 30% dos créditos recebíveis até atingir o limite do débito judicial (R$ 8.750,98). O Google deve depositar os valores em conta judicial.

Autismo

O Ginásio Poliesportivo José Carlos Miler da Silveira irá sediar, neste sábado (12), entre 9 e 16 horas, a “Ação Azul em prol do Autismo 2023″, com atendimento de várias especialidades, como neuropediatria, psicopedagogia, fonoaudiologia, entre outras.

Advogados estarão disponíveis para informar sobre os direitos dos autistas.

O evento, que espera a participação de cerca de 500 pessoas, está sendo promovido pela ONG Ativar em parceria com a Prefeitura Municipal, por meio do projeto Autismo Mogi.

Os participantes poderão levar 1 kg de alimento não perecível e agasalhos que serão destinados ao Fundo Social.

O vereador Maurino José da Silva, o Policial Maurino (PODE) dá apoio ao trabalho.

Encostas

Mogi das Cruzes poderá entrar no radar da CPI da Assembleia Legislativa que investiga casos de deslizamentos em encostas no Estado de São Paulo.

Durante a primeira reunião de seus integrantes após o recesso, o deputado estadual Capitão Telhada (PP) lembrou que além das apurações a serem feitas na região do Litoral Norte, principalmente em São Sebastião, onde uma chuva forte deixou dezenas de mortos, outros pontos precisam ser apurados.

Região de Mogi

“Temos problemas de deslizamentos de encostas em vários lugares. Na Grande São Paulo, por exemplo, temos Mogi das Cruzes e a região do Médio-Tietê, onde a população sofre muito com os desastres. Pretendemos direcionar mais recursos para que a Defesa Civil tenha mais meios de proteger os municípios de São Paulo das catástrofes naturais”, disse Telhada..

Veja Também