Diário Logo

O Diário Logo

Concurso do TJSP tem 10 vagas para escrevente técnico judiciário em Mogi

Nesta quarta-feira (22), o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) publicou, no Diário da Justiça Eletrônico, edital de concurso para o cargo de escrevente técnico judiciário.  Estão previstas 60 vagas espalhadas em seis cidades da Grande São Paulo, sendo dez delas para Mogi das Cruzes. As inscrições começam na segunda-feira (27) e podem ser […]

22 de março de 2023

Reportagem de: O Diário

Nesta quarta-feira (22), o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) publicou, no Diário da Justiça Eletrônico, edital de concurso para o cargo de escrevente técnico judiciário.  Estão previstas 60 vagas espalhadas em seis cidades da Grande São Paulo, sendo dez delas para Mogi das Cruzes. As inscrições começam na segunda-feira (27) e podem ser realizadas até o dia 5 de maio, pelo site da Fundação Vunesp.

O salário inicial do cargo é de R$ 5.480,54, mais auxílios para alimentação, saúde e transporte (valor referente a janeiro de 2023). Para tentar a vaga, o candidato deve ter Ensino Médio Completo.

Além de Mogi, as outras vagas foram divididas igualmente, sendo dez em cada, para outras cinco cidades, que são Guarulhos, Osasco, Itapecerica da Serra, São Bernardo do Campo e Santo André.

O concurso será dividido em duas etapas, sendo a primeira uma prova objetiva, de caráter eliminatório, prevista para acontecer no dia 2 de julho e composta por 100 questões de múltipla escolha de questões de língua portuguesa, conhecimentos em direito, atualidades, matemática, informática e raciocínio lógico.

Na segunda etapa, os 200 candidatos melhores colocados na prova objetiva farão uma prova prática de formatação e digitação. A data ainda será definida. Após a homologação, o concurso terá validade de um ano, prorrogável pelo mesmo período a critério do TJSP.

Serão nomeados os classificados dentro do número de vagas oferecidas no edital, podendo o Tribunal nomear ou não os demais candidatos aprovados, na medida de suas necessidades e da disponibilidade orçamentária existente, observando-se que 5% das vagas são reservadas para pessoas com deficiência e 20% para candidatos negros.

Os escreventes contratados terão uma jornada de 40 horas semanais e serão responsáveis por atividades como organização dos serviços que envolvam as funções de suporte técnico e administrativo às unidades do Tribunal de Justiça, dar andamento em processos judiciais e administrativos, atender ao público interno e externo, elaborar e conferir documentos, controlar a guarda do material de expediente, atualizar-se quanto à legislação pertinente à área de atuação e normas internas.

Veja Também