Diário Logo

O Diário Logo

Deputados dizem o que fazer para reduzir acidentes em rodovia

A rodovia Alfredo Rolim de Moura (SP-88), mais conhecida como Mogi-Salesópolis, apesar de duplicada nos seus primeiros sete quilômetros, entre Mogi e Biritiba Mirim, tornou-se uma das mais perigosas da região, em razão do excesso de veículos e de velocidade, além da total falta de fiscalização, que resultam em acidentes, quase sempre com vítimas fatais. […]

1 de julho de 2023

Reportagem de: O Diário

A rodovia Alfredo Rolim de Moura (SP-88), mais conhecida como Mogi-Salesópolis, apesar de duplicada nos seus primeiros sete quilômetros, entre Mogi e Biritiba Mirim, tornou-se uma das mais perigosas da região, em razão do excesso de veículos e de velocidade, além da total falta de fiscalização, que resultam em acidentes, quase sempre com vítimas fatais. Fundamental para o escoamento da produção industrial e agrícola do extremo Leste da Grande São Paulo, a estrada apresenta mais riscos nos fins de semana, quando muitas pessoas procuram as áreas de lazer e sítios de veraneio localizados na região. Motoristas defendem a duplicação entre Biritiba e Salesópolis para minimizar os problemas. E os nossos deputados, o que dizem de tudo isso? Veja abaixo:

 

Marcos Damásio
Deputado Estadual do PL 

Quanto melhor e mais segura a malha viária de uma região, maior é o seu desenvolvimento. Temos no Alto Tietê, rodovias muito boas e outras que necessitam de estudos técnicos e intervenções para terem seu potencial aprimorado. A rodovia Alfredo Rolim de Moura (SP-88), por exemplo, vem sendo alvo de nossos pedidos de melhoria ao governo estadual. Estive recentemente com o superintendente do DER, Sérgio Codelo, e relatei a questão dos inúmeros acidentes. Ele se comprometeu estudar os pontos críticos para intervenções, como lombadas e sinalização nesses locais e a volta, no segundo semestre, dos radares às rodovias da região do Alto Tietê, entre elas, a Mogi-Salesópolis. Este passo inicial ajudará a melhorar a questão da fiscalização e do excesso de velocidade, enquanto o governo estuda e alinha ações mais efetivas, como obras. Vou continuar colaborando com essas ações, acompanhando e cobrando soluções.

 

Marcio Alvino
Deputado Federal do PL

Projetadas há décadas, as rodovias do Alto Tietê encontram-se obsoletas, visto que não acompanharam o desenvolvimento da região. É notório que não só a rodovia Mogi-Salesópolis, bem como outras importantes vias acesso como a Mogi-Bertioga e a Mogi-Guararema necessitam de modernização urgente para atender à demanda atual e aprimorar a integração regional, proporcionando mais segurança e melhoria no dia a dia de seus usuários.

Estas obras requerem investimentos significativos e estudos detalhados para identificar as melhores soluções e é preciso considerar o tempo e os recursos necessários para a concretização dessas melhorias.

Estou à disposição para continuar trabalhando junto ao deputado estadual e presidente da Alesp, André do Prado e ao governo do Estado  para que essa questão, assim como a duplicação do trecho final da Mogi-Dutra, seja resolvida de maneira efetiva.

 

Rodrigo Gambale
Deputado Federal do Podemos

Os acidentes geralmente são causados pelo excesso de velocidade dos veículos e ultrapassagem em locais proibidos. É necessário que haja policiamento e muita sinalização, que irão colaborar para amenizar os problemas. Quando a estrada é muito utilizada por quem busca lazer em cachoeiras, restaurantes e chácaras localizadas na região, acaba ficando ainda mais perigosa. 

A melhor solução para as condições de tráfego é a sinalização na área e policiamento regional.
A duplicação com certeza é viável, desde que as demais medidas sejam aplicadas para que ajudem a levar segurança aos usuários da rodovia. 

Além da sinalização, é necessário que haja contribuição dos motoristas que utilizam dessa região, que muitas vezes, mesmo com placas de advertência, às vezes até com câmeras de velocidade, não respeitam a leis. 

Por isso, o policiamento é muito importante para que seja reduzida essa grande quantidade de acidentes.

 

André do Prado
Deputado Estadual do PL

Como representante do Alto Tietê na Assembleia Legislativa, tenho acompanhado de perto os problemas enfrentados pelos usuários da SP-88. 

Em parceria com o deputado federal Marcio Alvino, tenho trabalhado incansavelmente por melhorias na rodovia, buscando recursos e cobrando ações do governo do Estado. Graças a esse esforço conjunto, ao lado do prefeito Inho Taino, de Biritiba Mirim, conseguimos importantes conquistas, como a construção da rotatória na altura do bairro Nova Biritiba e as obras em andamento da rotatória do bairro Pomar do Carmo, em Biritiba Mirim, para aumentar a segurança e a fluidez do tráfego nesses trechos.

No entanto, sabemos que outras medidas precisam ser tomadas para melhorar as condições adequadas de tráfego na Mogi-Salesópolis e continuarei trabalhando ao lado do deputado federal Marcio Alvino para garantir uma rodovia mais segura e eficiente para todos.

 

Marco Bertaiolli
Deputado Estadual do PSD 

A última vez que a Mogi-Salesópolis recebeu um grande investimento foi em 2009. Estava no meu primeiro ano de mandato e conseguimos, juntamente com as forças políticas da época, que toda a via, do Cocuera até Pitas, recebesse obras. A estrada ganhou rotatórias de acesso, novo pavimento, duplicação e alargamento em alguns trechos, entre outros benefícios.  

O objetivo foi dar maior fluidez ao trânsito, facilitar o escoamento dos produtos agrícolas e oferecer mais segurança aos motoristas. Mas com as melhorias, veio também o aumento no número de acidentes em razão da imprudência e excessos cometidos por alguns motoristas. 

É preciso que o DER faça uma nova avaliação na estrada e identifique o que deve ser feito para garantir a segurança dos usuários. Essa é uma estrada fundamental para produtores e agricultores de Mogi, tanto para o escoamento da produção, como para as empresas instaladas ao longo da via.

 

Veja Também