Diário Logo

O Diário Logo

Detran autua oito motoristas durante blitz em Mogi

uma blitz da Operação Direção Segura Integrada (ODSI) registrou oito autuações para condutores que se recusaram a se submeter ao teste do bafômetro. A ação foi realizada no último final de semana, em Mogi das Cruzes. Coordenada pelo Detran.SP, com o objetivo de reduzir e prevenir os acidentes no trânsito causados pelo consumo de álcool […]

1 de março de 2023

Reportagem de: O Diário

uma blitz da Operação Direção Segura Integrada (ODSI) registrou oito autuações para condutores que se recusaram a se submeter ao teste do bafômetro. A ação foi realizada no último final de semana, em Mogi das Cruzes.

Coordenada pelo Detran.SP, com o objetivo de reduzir e prevenir os acidentes no trânsito causados pelo consumo de álcool combinado com direção, a operação abordou 212 motoristas nas avenidas Prefeito Carlos Ferreira Lopes e Narciso Yague Guimarães.

Além de agentes do Detran.SP, a iniciativa contou com apoio de equipes das polícias Militar, Civil e Técnico-Científica.

Durante a ação não foi constatado crime de trânsito, quando o índice apontado pelo etilômetro é superior a 0,34 mg de álcool por litro de ar expelido. Nesse caso, o motorista responde a processo e, se condenado, poderá cumprir de seis meses a três anos de prisão, conforme prevê a Lei Seca, também conhecida como “tolerância zero”, além de ter sua CNH cassada.

Vale lembrar que tanto dirigir sob efeito de álcool quanto recusar-se a soprar o bafômetro são consideradas infrações gravíssimas, segundo os artigos 165 e 165-A do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Em ambos os casos, o valor da multa é de R$ 2.934,70, e o condutor responde a processo de suspensão da carteira de habilitação. Se houver reincidência no período de 12 meses, a pena é aplicada em dobro, ou seja, R$ 5.869,40, além da cassação da CNH.

Blitze no estado

Em todo o estado de São Paulo, dez blitze da Operação Segura Integrada foram realizadas durante o último fim de semana, com ações em: Barretos, São José do Rio Preto, Capital, Santos, Sorocaba, Assis, Guarulhos, Ribeirão Preto, Mogi das Cruzes e Glicério.

Ao todo foram abordados 5.656 veículos, dos quais 222 motoristas se recusaram a fazer o teste do bafômetro e seis foram multados por dirigirem sob influência de bebida alcoólica, quando o teste do etilômetro aponta o índice de até 0,34 mg de álcool por litro de ar expelido. Quando o índice apontado pelo etilômetro é superior a esse, o motorista estará incorrendo exatamente em crime de trânsito e responderá a esse processo, como mencionado acima.

 

 

Veja Também