Diário Logo

O Diário Logo

Gondim deixa sem resposta modelo de aliança apresentado por petista

O ex-deputado Luiz Carlos Gondim Teixeira (União Brasil) teria deixado sem resposta uma proposta que lhe foi apresentada pelo ex-vereador e virtual candidato a prefeito de Mogi, Rodrigo Valverde (PT). Durante recente encontro entre os dois, o petista sugeriu a Gondim, a ideia de uma aliança de longo prazo. Que funcionaria da seguinte forma: os […]

19 de maio de 2023

Reportagem de: O Diário

O ex-deputado Luiz Carlos Gondim Teixeira (União Brasil) teria deixado sem resposta uma proposta que lhe foi apresentada pelo ex-vereador e virtual candidato a prefeito de Mogi, Rodrigo Valverde (PT).

Durante recente encontro entre os dois, o petista sugeriu a Gondim, a ideia de uma aliança de longo prazo. Que funcionaria da seguinte forma: os dois lançariam suas respectivas campanhas e caminhariam com elas até o primeiro semestre do próximo ano.

Por volta do mês de maio, os dois realizariam uma pesquisa eleitoral quantitativa e qualitativa e o melhor colocado nos diferentes pontos avaliados junto ao eleitorado local seguiria com a campanha, recebendo publicamente o apoio do outro que, por sua vez, abandonaria sua candidatura.

Na visão de Valverde, seria uma forma especialmente democrática para a união ainda maior de forças dentro dos grupos com visão mais à esquerda, buscando fortalecer aquele que demonstrasse estar mais bem situado junto à opinião pública e, portanto, com mais chances de vencer as eleições.

Depois de confirmar sua intenção de voltar a disputar a Prefeitura de Mogi nas eleições do próximo ano, o médico Gondim Teixeira mudou a conversa sem dizer se aceitava ou não o jogo político que lhe foi proposto pelo petista.

Não está afastada, porém, a possibilidade de um novo encontro entre os dois para discutir, com mais detalhes, o controverso assunto, já que faltariam amarrar algumas pontas, como: quem garantiria que o candidato derrotado na pesquisa realmente abandonaria a candidatura ou até se apoiaria realmente para valer a outra candidatura?

E mais: quais os outros itens da pesquisa, além do quantitativo, seriam levados em conta na hora da decisão e que pesos teriam os demais pontos na composição final do resultado?

A falta de resposta de Gondim também pode ser interpretada como uma negativa pura e simples ao que lhe foi proposto pelo pré-candidato do PT. E se assim for, tudo indica que ele está mesmo disposto a encarar sozinho, mais uma vez, uma disputa que não lhe foi favorável nas últimas três vezes em que nela se aventurou. Mais uma decisão a ser esperada para ser conferida mais tarde.

 

Veja Também