Diário Logo

O Diário Logo

Mogi deverá realizar a Semana Municipal da Psicologia em agosto

Foi aprovado pela Câmara de Mogi, quarta-feira (12), o projeto que institui na cidade a Semana Municipal da Psicologia, a ser realizada em agosto. A data foi escolhida porque é no dia 27 do mesmo mês que se comemora nacionalmente o Dia do Psicólogo. Para se tornar lei e ser incluída no calendário oficial do […]

14 de julho de 2023

Reportagem de: O Diário

Foi aprovado pela Câmara de Mogi, quarta-feira (12), o projeto que institui na cidade a Semana Municipal da Psicologia, a ser realizada em agosto. A data foi escolhida porque é no dia 27 do mesmo mês que se comemora nacionalmente o Dia do Psicólogo. Para se tornar lei e ser incluída no calendário oficial do município, a matéria ainda depende de avaliação do prefeito Caio Cunha (PODE).

O vereador Jhonross Jones de Lima (PODE), autor do projeto, explica que objetivo da Semana da Psicologia é reconhecer, homenagear e estimular os profissionais da área, bem como quebrar os estigmas que ainda permeiam na sociedade sobre a assistência e o acompanhamento psicológico.

“Não se trata de ter só mais uma data no nosso calendário municipal, muito pelo contrário, é trazer para a luz uma realidade que precisa ser conhecida, é falar sobre problemas que silenciosamente destroem tantas vidas”, ressalta.

Ele observa que a Organização Mundial da Saúde (OMS) considera que o suicídio é a terceira maior causa entre jovens brasileiros e acredita que é possível “ajudar a salvar vidas e famílias com as ações que serão desenvolvidas durante a Semana da Psicologia”.

A vereadora Inês Paz (PSOL) apoia a iniciativa. “A psicologia sempre foi importante, mas o momento que estamos vivenciando demanda ainda mais a atuação destes profissionais. Como educadora é triste ver a necessidade da psicologia educacional aos alunos e à família. Estamos na luta para a contratação de mais psicólogos para os equipamentos públicos não só no âmbito municipal, mas também estadual e federal”, comentou.

Outro que se manifestou favorável foi o vereador e médico Otto Rezende (PSD). “Depois da Covid-19 aumentou a procura por profissionais da psicologia. Ficamos dois anos em casa, com muitas dúvidas e precisamos muito dos psicólogos para superarmos a pandemia. As pessoas hoje têm procurado cada vez mais a psicologia para melhorar sua qualidade de vida. Ao aprovarmos este projeto, mostramos o quanto estamos aliados aos psicólogos e da promoção da saúde mental dos munícipes”, ressaltou o vereador Otto Rezende (PSD).

“É um projeto que não pode ficar só no papel, temos a obrigação levar à frente para honrar o trabalho destes voluntários e buscar oferecer as condições para que vocês possam realizar o projeto da melhor forma”, declarou o vereador Mauro Yokoyama (PL).

O apoio também declarado pelo vereador Francimário Vieira de Macedo – Farofa (PL), que reforça a necessidade de divulgar a data, fazer campanhas, para que as pessoas que estão precisando encontrem o tratamento que precisa. “Muitas vezes é mais difícil conseguir terapia do que atendimento médico, porque exige todo um acompanhamento”, acrescentou.

“A saúde mental é muito importante na vida das pessoas. Eu perdi meu avô (ex-vereador Ivan Siqueira) e segundo pai por um adoecimento mental, e muitas pessoas infelizmente recusam um tratamento por preconceito. Hoje apontamos para um trabalho de conscientização que vai salvar muitas vidas. É um projeto que deixará uma longa marca aqui em Mogi”, finalizou vereador Gustavo Siqueira (PSDB).

Veja Também