Diário Logo

O Diário Logo

PT vai trabalhar para melhorar desempenho de Lula e Haddad no 2ºturno em Mogi

As lideranças locais e regionais do PT e dos partidos de esquerda coligados nessas eleições estão acertando uma agenda com o candidato ao governo do Estado, Fernando Haddad, para discutir a campanha para o segundo turno das eleições. O objetivo é ampliar a votação dele e do candidato à presidência da República, Luiz Inácio Lula […]

6 de outubro de 2022

Reportagem de: O Diário

As lideranças locais e regionais do PT e dos partidos de esquerda coligados nessas eleições estão acertando uma agenda com o candidato ao governo do Estado, Fernando Haddad, para discutir a campanha para o segundo turno das eleições. O objetivo é ampliar a votação dele e do candidato à presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em Mogi e no Alto Tietê.

Apesar de ter tido um número menor de votos em Mogi no primeiro turno das eleições, em comparação com os concorrentes Tarcísio de Freitas (REP) para o governo do Estado, e Jair Bolsonaro para a presidência, o petista Rodrigo Valverde, disse que a votação obtida no município pelo partido no primeiro turno foi significativa.

“Esse foi o melhor resultado do PT na história da cidade”, destaca Valverde, que mesmo de não tendo sido eleito, avalia que ele também teve um “ótimo desempenho nessas eleições”, como segundo candidato a deputado estadual mais votado na cidade, com 20.699, com uma diferença de 500 votos na comparação com o resultado obtido pelo primeiro colocado, o deputado Marcos Damásio (PL), que teve 21223 votos (9,62%). Isso só em Mogi. No estado, o ex-vereador somou com 35.128 votos, equanto Damásio fechou em 183.166 mil em São Paulo 

Ele observa que quando disputou a prefeitura de Mogi, em 2020, já tinha tido um bom resultado (33.509) ao ficar em terceiro lugar no pleito – atrás do vencedor, prefeito Caio Cunha (PODE) e do segundo colocado, o ex-prefeito Marcus Melo (PSDB).  Na eleição municipal, ele lembra que foi a primeira vez que o PT teve mais de 30 mil votos, quase 20% dos votos da cidade, mas alega que o partido se superou no último domingo, com o resultado das urnas em Mogi, onde Lula ficou com quase 100 mil votos – inédito na história de Mogi.

O objetivo agora é intensificar os trabalhos, segundo ele, é conversar com as pessoas, falar sobre planos de trabalho e compromissos assumidos pelo PT com Mogi e o Alto Tietê para convencer os eleitores de que os petistas “são os melhores candidatos para a cidade”.  Ele acredita que a campanha no segundo turno vai ser mais fácil, porque já estão definidas as candidaturas a deputados e está centralizada apenas nos dois nomes

No caso de Lula, Valverde relata que qualquer mogiano que fizer uma análise vai verificar que o governo dele foi o que mais investiu em Mogi, com programas Minha Casa Minha Vida, construções de creches, obras viárias, entre outras  

“Se o mogianos se despir de preconceitos e comparar o que cada governo trouxe para cidade como as milhares de unidades habitacionais do Minha Casa Minha Vida, as dezenas  de creches por todos os bairros da cidade, as grandes obras de mobilidade urbana como o Córrego dos Canudos e Sacadura Cabral. E ainda o Hospital de Braz Cubas, as Upas, as urbanizações  do Jardim Aeroporto, Vila Estação , do Jardim Nova União. Se o  mogiano comparar e ver tudo o que Lula fez. Nenhum mogiano consegue, nem mesmo o mais fanático bolsonarista consegue apontar  uma obra sequer do Bolsonaro em Mogi”, detalhou

Nessas eleições o PT está unido na região com o Pc do B, PV, PSOL, PSB, REDE e demais partidos de esquerda.

Confira os votos obtidos pelos candidatos em Mogi, no primeiro turno:

 

Presidência

Jair Bolsonaro (PL): 117.687 votos (47,66%)

Lula (PT): 95.769 votos (38,78%)

 

Governo do Estado

Tarcísio (REP): 90.039 votos (40,80%)

Fernando Haddad (PT): 74.996 votos (33,98%)

 

Candidatos a deputado estadual – dois mais votados 

Marcos Damasio (PL): 21223 votos (9,62%)

Rodrigo Valverde (PT): 20699 votos (9,38%)

Veja Também