Diário Logo

O Diário Logo

Veja vídeo: eleitores de Mogi pedem fim de problemas antigos

O dia amanheceu claro neste domingo (30), quando acontece o segundo turno das eleições de 2022, que definirá o presidente do país e também o governador do Estado de São Paulo. Em Mogi das Cruzes, eleitores não perderam tempo para exercer o direito ao voto. Hoje, as filas andaram mais rápido e menos urnas foram […]

30 de outubro de 2022

Reportagem de: O Diário

O dia amanheceu claro neste domingo (30), quando acontece o segundo turno das eleições de 2022, que definirá o presidente do país e também o governador do Estado de São Paulo. Em Mogi das Cruzes, eleitores não perderam tempo para exercer o direito ao voto. Hoje, as filas andaram mais rápido e menos urnas foram substituídas, em relação ao primeiro turno. 

A polarização cresce muito no Brasil, mas o clima na cidade estava calmo. Muitas pessoas aproveitaram para levar os filhos pequenos aos locais de votação – e dar o exemplo.

Na cidade, também são vistos muitos eleitores com as cores da bandeira do Brasil; em alguns pontos, havia pessoas vestidas de vermelho.

O Díário conversou com alguns eleitores e a maioria disse que espera a resolução de problemas antigos, independentemente de o ganhador ser o presidente candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), ou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Eleitores, como a vendedora Selma Vieiras, conta que espera ver sanados temas como desonestidade na política e a segurança.

“Espero um pouco mais de honestidade dos nossos políticos, porque isso a gente tem visto ao longo dos anos que está em falta. Tenho percebido também a questão da violência. A violência e a bandidagem estão tomando conta do nosso país e nós não podemos permitir. A gente sai durante o dia e não temos sossego. Então eu acho que eles deveriam prestar um pouco mais de atenção na segurança”, opina a eleitora.

 A geração de empregos também é outro ponto muito lembrado do eleitor da cidade.

É o que destaca o mogiano Henrique Gines: “Espero que nessa eleição a gente consiga ver que o Brasil está andando no rumo de mais empregos, porque, o negócio tá feio. Tem gente que tem experiencia na área e fez faculdade, mas não está trabalhando”, relatou.

Também existe uma parcela do eleitorado mogiano que enxerga a solução dos problemas atuais do país com uma mudança de governo.

“Espero que essa coalizão democrática faça frente ao bolsonarismo  que tem uma visão muito egoísta do país, visa apenas o benefício e os privilégios de uma pequena parcela e não para o bem comum”, comentou o advogado Gilson Rodrigues.

Em vídeo, O Diário apresenta algumas declarações dadas nesta manhã, logo após o voto (assista acima) .

VEJA TAMBÉM: Em Mogi, 12 urnas são substituídas pela manhã pela Justiça Eleitoral

Lula ou Bolsonaro: como será o futuro político de Valdemar Costa Neto?

Mudanças em seções provocam dúvidas em eleitores do Mogilar

Veja Também