Diário Logo

O Diário Logo

Em Mogi, inauguração da Escola Clínica ocorrerá no sábado (27)

Equipes da Secretaria de Educação estão mobilizadas para a finalização da sinalização interna dos espaços da escola

22 de abril de 2024

Equipes da Secretaria de Educação estão mobilizadas para a finalização da sinalização interna dos espaços da escola | Divulgação PMMC

Reportagem de: O Diário

A Prefeitura de Mogi das Cruzes está realizando nesta semana os últimos preparativos para a inauguração da Escola Clínica Transtorno do Espectro Autista neste sábado (27/04). As equipes da Secretaria de Educação estão mobilizadas para a finalização da sinalização interna dos espaços, últimos reparos e a entrega do mobiliário para os ambientes da unidade, todos preparados para receber os alunos com TEA.

“O equipamento será referência para a região e todo o Brasil. Estamos nos últimos dias antes da entrega da Escola Clínica Transtorno Espectro Autista de nossa cidade. É a 6ª unidade do Brasil e a maior do país. São mais de 1,3 mil atendimentos por mês em uma estrutura moderna e inovadora. A Escola Clínica vai contribuir para a inclusão e o desenvolvimento das pessoas com TEA, mas também o acolhimento dos pais. É uma grande entrega para os mogianos”, disse o prefeito Caio Cunha.

A escola irá oferecer o atendimento clínico/terapêutico com equipe transdisciplinar, feito por uma Organização da Sociedade Civil (OSC), selecionada por meio de chamamento público e a Educação Especial personalizada. Todos os atendidos passarão por triagem. A Secretaria Municipal de Educação irá gerir a parte educacional da unidade.

A comunicação visual interna foi elaborada pensando nos impactos para a pessoa com TEA, desde as cores até as formas. As salas estão sendo preparadas, de acordo com o atendimento que será oferecido.

“Cada detalhe está sendo pensado com muito carinho pelos nossos profissionais. É um grande equipamento, que será administrado pela nossa Secretaria com uma Organização da Sociedade Civil (OSC), oferecendo um atendimento de referência para crianças e jovens com TEA da nossa cidade”, disse Marilu Beranger, secretária de Educação.

O prédio possui duas salas de Terapia Ocupacional, duas salas de Fisioterapia, quatro salas de Psicologia, sete salas de Fonoaudiologia, três salas de recursos/supervisão, cinco consultórios médicos, uma sala de enfermagem, uma sala para reuniões com foco no treinamento parental, um espaço para pais, um espaço para vivências, uma sala multidisciplinar, duas salas para equipe diretiva e duas salas para educação especial personalizada. A Escola Clínica também conta com recursos de sustentabilidade.

Veja Também