Diário Logo

O Diário Logo

Homem esfaqueia mulher e coloca fogo na casa, em Suzano

Um homem de 28 anos é investigado após ter esfaqueado a ex-companheira de 18 anos, ferir um vizinho e atear fogo na casa do casal, no bairro Miguel Brada, em Suzano, na manhã desta segunda-feira (19). Após discussão, ele também feriu o próprio rosto e precisou passar por cirurgia. O caso deverá ser registrado na delegacia […]

19 de dezembro de 2022

Reportagem de: O Diário

Um homem de 28 anos é investigado após ter esfaqueado a ex-companheira de 18 anos, ferir um vizinho e atear fogo na casa do casal, no bairro Miguel Brada, em Suzano, na manhã desta segunda-feira (19). Após discussão, ele também feriu o próprio rosto e precisou passar por cirurgia. O caso deverá ser registrado na delegacia de Defesa da Mulher de Suzano. 

Os três precisaram de atendimentos médicos. A mulher e o vizinho foram socorridos  pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para a Santa Casa de Suzano e o agressor passou por cirurgia no hospital Santa Marcelina, em Itaquaquecetuba. Ele estava com a faca presa na garganta. 

Vizinhos acionaram a Polícia Militar (PM) após ouvir sons de briga da casa do casal. Durante discussão, o homem esfaqueou a mulher. Segundo a Polícia, um vizinho que mora no mesmo quintal tentou parar o agressor e acabou sendo atingido por ele no rosto. 

A mulher fugiu durante a briga e se refugiou na casa do vizinho. O agressor então voltou para a casa dele e a incendiou. A Polícia e o Samu chegaram em seguida. 

A reportagem busca novas informações sobre o estado de saúde do agressor. 

Violência contra a mulher

Em reportagem especial publicada na edição deste final de semana de O Diário, mulheres vítimas de violência relatam drama e pedem mais serviços de apoio

Com a pandemia de Covid-19 e o consequente isolamento por ela imposto, com aulas online, profissionais trabalhando em home office e restrições de funcionamento de cinemas, shoppings e comércio, os casos de violência aumentaram, assim como a vulnerabilidade da família, alcoolismo e dependência química. O alerta é da psicóloga e socióloga Marina Alvarenga, que aponta o machismo estrutural como importante para o crescimento das ocorrências de agressão dentro de casa.

 

Veja Também