Diário Logo

O Diário Logo

Motorista que colidiu carro com ambulância vai se apresentar à Polícia

Deverá se apresentar à Polícia nesta quarta-feira (2), o homem de 22 anos que conduzia o veículo que atravessou a pista na rua João Batista Fittipaldi, na Vila Maluf, em Suzano, e colidiu com uma viatura do Samu na noite de sábado. Uma das ocupantes da equipe de resgate, a enfermeira Emanuele Fernandes, morreu no […]

28 de fevereiro de 2022

Reportagem de: O Diário

Deverá se apresentar à Polícia nesta quarta-feira (2), o homem de 22 anos que conduzia o veículo que atravessou a pista na rua João Batista Fittipaldi, na Vila Maluf, em Suzano, e colidiu com uma viatura do Samu na noite de sábado. Uma das ocupantes da equipe de resgate, a enfermeira Emanuele Fernandes, morreu no próprio local. Segundo o advogado Luciano Carlos Galvão, ele deverá comparecer à Delegacia de Suzano na quarta-feira, e explicar porque evadiu-se do local, sem prestar socorro às vítimas. “Ele temeu ser linchado porque reside naquela região”, comentou o profissional que esteve nesta segunda-feira na Delegacia e foi orientado, segundo afirma, a retornar na quarta-feira com o cliente..

Galvão afirmou que o motorista de 22 anos tem emprego fixo e por morar nas proximidades do local do acidente, onde as pessoas o conhecem, “evadiu-se, mas vai se apresentar à Polícia. Ele ainda está em estado de choque”, disse.

O advogado admite a complexidade da situação em que o condutor se envolveu ao deixar o lugar e não prestar os primeiros socorros. Ele poderá responder por homicídio culposo e omissão de socorro.

Uma outra informação dada pelo advogado é que o motorista afirma ter invadido a pista contrário porque teria sofrido uma batida, na parte traseira do carro, de um outro veículo, “o que o fez perder o controle do veículo”.

“Segundo o meu cliente, havia um outro carro, um Corsa, que esbarrou na parte traseira do veículo dele, em uma ultrapassagem, o que provocou a perda do controle do veículo”.

Comoção

O acidente causou ampla repercussão em Suzano e nas redes sociais: a enfermeira Manu Fernandes, de 36 anos, atuava há 8 anos no Samu da cidade suzanense e estava se dirigindo para um atendimento, no Jardim Santa Inês. O veículo em que estava Manu e o motorista do Samu foi atingido pelo Corsa Classic, que estava desgovernado. Ela não chegou sequer a ser socorrida e teve a morte constatada pouco depois da grave colisão.

Nas redes sociais, o prefeito Rodrigo Ashiuchi lamentou a morte da profissional e clamou por justiça.

Em comunicado, a Prefeitura afirma que o condutor fugiu do local e que a Polícia fazia buscas para encontrá-lo entre a noite de sábado e o domingo (veja reportagem).

 

Veja Também