Diário Logo

O Diário Logo

Suzano amplia acolhimento a usuários de tabaco para o Jardim Alterópolis

A Secretaria de Saúde de Suzano anunciou nesta semana que o projeto-piloto de acolhimento aos cidadãos usuários de tabaco será ampliado novamente, desta vez para a Unidade Básica de Saúde (UBS) Alzira Pereira Mayer, no Jardim Alterópolis. O primeiro grupo do local já foi formado e conta com dez pessoas. A UBS de Palmeiras, pioneira […]

2 de setembro de 2021

Reportagem de: O Diário

A Secretaria de Saúde de Suzano anunciou nesta semana que o projeto-piloto de acolhimento aos cidadãos usuários de tabaco será ampliado novamente, desta vez para a Unidade Básica de Saúde (UBS) Alzira Pereira Mayer, no Jardim Alterópolis. O primeiro grupo do local já foi formado e conta com dez pessoas. A UBS de Palmeiras, pioneira na ação, também prevê abertura de nova turma para outubro.

Nomeada como “Viver #SemFiltro – Grupo de Cuidado à Pessoa Usuária de Tabaco”, a iniciativa deu início aos atendimentos na região norte na última terça-feira (31). Por meio dos grupos de apoio, os pacientes recebem acompanhamento multidisciplinar e contínuo para lutar contra o vício. Os encontros têm cerca de uma hora de duração e a periodicidade varia entre semanal, quinzenal e mensal, de acordo com as etapas a serem cumpridas.

Já a UBS de Palmeiras, que atualmente contempla uma turma de dez pessoas com o projeto-piloto, pretende abrir novo grupo em outubro, com base na procura do público pelo serviço. Pioneira no segmento, a unidade foi a primeira a oferecer suporte aos usuários de tabaco no município. Desde 2018, o espaço já beneficiou mais de 160 pessoas com o atendimento, por meio de 13 grupos.

O chefe da pasta, Pedro Ishi, destacou que, ao longo dos encontros, os agentes municipais terão contato com as vivências de cada paciente e os auxiliarão a lidar com os desafios ligados à dependência do tabaco, possibilitando alternativas metodológicas de interrupção ou redução do uso, com acompanhamento terapêutico constante e disponibilização de medicamentos, de acordo com a necessidade.

Além destes dois pontos, as UBSs Prefeito Alberto Nunes Martins – CSII, no centro, e Professor José Olímpio Neto, no Jardim Casa Branca, também participam do projeto-piloto. A expectativa é que, com o progresso dos encontros, a iniciativa se consolide e inicie o acolhimento em outros pontos do município, possibilitando a abertura de mais vagas à população.

O projeto piloto conta com o apoio da Secretaria de Estado da Saúde, responsável pelo programa em São Paulo. Atualmente, a rede municipal tem à disposição 30 profissionais para atuar no acolhimento e tratamento dos pacientes. Eles foram capacitados junto ao Centro de Referência de Álcool, Tabaco e Outras Drogas (Cratod) no ano passado.

“Nossa meta é fornecer todo o suporte necessário para que as pessoas que desejam vencer o vício alcancem seu objetivo, tendo acesso a uma vida mais saudável. A conscientização e o cuidado são muito importantes nesse sentido, pois o uso do tabaco, além de gerar dependência, é um fator de risco para uma série de doenças”, concluiu o secretário.

Veja Também