Diário Logo

O Diário Logo

Suzano anuncia “xepa” da vacina Pfizer Baby para ampliar atenção a bebês

A Secretaria Municipal de Saúde de Suzano abriu o cadastramento para que crianças entre seis meses e 2 anos, sem comorbidade, possam tomar a primeira dose da vacina contra o coronavírus (Covid-19). Essa iniciativa, conhecida como “xepa da vacina”, ocorre em três unidades de saúde da cidade. A imunização também será aplicada nas mesmas três […]

24 de novembro de 2022

Reportagem de: O Diário

A Secretaria Municipal de Saúde de Suzano abriu o cadastramento para que crianças entre seis meses e 2 anos, sem comorbidade, possam tomar a primeira dose da vacina contra o coronavírus (Covid-19). Essa iniciativa, conhecida como “xepa da vacina”, ocorre em três unidades de saúde da cidade. A imunização também será aplicada nas mesmas três unidades.

A ação foi colocada em prática em razão da abertura dos frascos do imunizante Pfizer Baby, que contém dez doses no total, porém possuem uma validade de 12 horas após abertos e para evitar que o material perca seu poder imunizante e seja descartado, a prefeitura deu início aos cadastros para os interessados em adiantar a imunização.

Os cadastros começaram nesta quarta-feira (23/11), entretanto não têm uma data para acabar, e podem ser realizados na Unidade Básica de Saúde (UBS) Prefeito Alberto Nunes, o CSII, que fica localizada na avenida Paulo Portela, 205, no centro de Suzano; na UBS Vereador Octacilio de Carvalho Schiavi, que fica na rua Presbítero Benedito de Oliveira, 35, no bairro Jardim Dona Benta; e na UBS Palmeiras, na rua Crispim Adelino Cardoso, 137, no Recanto Feliz.

Para realizar o cadastro, os responsáveis pelas crianças precisam se dirigir até uma UBS participante da “xepa da vacina”, com documentos pessoais e um telefone de contato. Após essa etapa, o morador deverá aguardar o contato da unidade para levar a criança para tomar a primeira dose.

O secretário de Saúde de Suzano, Pedro Ishi, destacou que oferecer as doses excedentes nesta fase da campanha contra a Covid foi pensada justamente para ampliar a oferta de doses e evitar o desperdício dos frascos abertos. “Temos que otimizar ao máximo nossas ações para que nossos moradores não fiquem sem tomar a vacina e, também, que não percamos os frascos abertos porque o recipiente ficou tempo demais aberto e não possui mais eficiência. Com a abertura da ‘xepa da vacina’ conseguimos evitar desperdícios e garantir as doses para quem vem nos procurar em busca de imunização”, apontou o chefe da pasta.

A vacinação de bebês entre seis meses e 2 anos com comorbidade continua ocorrendo de forma normal nas três unidades de saúde. Para receber a primeira dose será necessário apresentar receita ou relatório médico que ateste a comorbidade da criança e documentos pessoais como RG, CPF, cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), comprovante de residência e carteirinha de vacinação.

Para estes casos, o atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 9 às 15 horas, sem a necessidade de agendamento prévio.

 

Veja Também