Diário Logo

O Diário Logo

Suzano terá ações especiais para o mês de combate à tuberculose

A Secretaria de Saúde de Suzano inicia nesta semana o cronograma de ações relacionadas à tuberculose nos postos da cidade. Inspirada no “Dia Mundial de Combate à Tuberculose”, celebrado em 24 de março, a pasta realizará um período de intensificação de testagens gratuitas, acompanhamento especializado, palestras e distribuição de materiais informativos. As 24 Unidades Básicas […]

8 de março de 2022

Reportagem de: O Diário

A Secretaria de Saúde de Suzano inicia nesta semana o cronograma de ações relacionadas à tuberculose nos postos da cidade. Inspirada no “Dia Mundial de Combate à Tuberculose”, celebrado em 24 de março, a pasta realizará um período de intensificação de testagens gratuitas, acompanhamento especializado, palestras e distribuição de materiais informativos.

As 24 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e de Saúde da Família (USFs) farão a busca de sintomas respiratórios da doença por meio da oferta do exame de baciloscopia de escarro, que consiste na análise da amostra de saliva dos pacientes. As consultas poderão ser feitas nos postos de segunda a quinta-feira até 31 de março.

No dia 24, todas as unidades de Suzano terão ações especiais voltadas para prevenção e conscientização acerca de casos clínicos da doença. Na USF do Jardim Revista, por exemplo, os profissionais percorrerão as ruas do bairro a partir das 9 horas oferecendo testes e exames, enquanto os do posto do Jardim Suzanópolis visitarão as residências das proximidades ofertando consultas rápidas e distribuindo panfletos.

De acordo com o secretário de Saúde de Suzano, Pedro Ishi, as ações durante o mês serão a livre demanda para garantir acesso a todos os munícipes. “A tuberculose é uma doença grave, que pode levar a óbito quando identificada de forma tardia, com o comprometimento de pulmões e outras estruturas vitais do corpo. Atendemos casos ao longo de todo ano, mas, neste momento, ressaltamos a importância de se cuidar com os exames e com o acompanhamento médico em caso de testagem positiva”, destacou.

Ainda segundo ele, a cidade viveu meses intensos no combate ao novo coronavírus (Covid-19) e, graças ao empenho dos profissionais, será possível direcionar o mês de março para essa ação. “Fizemos muito pela população suzanense nos últimos meses, então tratar da tuberculose será possível. Enquanto secretário agradeço muito toda a atividade e ressalto que o trabalho por Suzano não pode parar”, disse.

Referência

A Saúde suzanense é considerada referência nas práticas contra a tuberculose. Em 2020, o município alcançou 84% de êxito no tratamento de pacientes com a doença, sendo reconhecido oficialmente pelo Fórum Estadual da Tuberculose, registrando apenas 95 casos durante o ano inteiro.

Segundo a diretora de Vigilância em Saúde, Maria Cristina Perin, uma doença infecciosa é sempre perigosa, por isso estar próximo dos pacientes é crucial. “O principal objetivo destas ações é conscientizar a população contra uma doença que pode ser evitada tanto no momento da infecção quanto no tratamento posterior. Prestamos todo o apoio nas unidades municipais para melhorar a qualidade de vida em cada atendimento”, pontuou.

A tuberculose é uma doença pulmonar causada pela bactéria Bacilo de Koch, que pode atingir ossos, rins e meninges (membranas de proteção que envolvem o cérebro). A transmissão se dá através de vias aéreas, da fala, tosse e espirro, por exemplo. Os principais sintomas da doença são tosse crônica, fraqueza, perda de peso, febre e calafrios. O tratamento dura cerca de seis meses e, em caso de suspeita, recomenda-se que o indivíduo procure a unidade de saúde mais próxima de sua residência.

Veja Também