Diário Logo

O Diário Logo

Poá realiza vacinação antirrábica humana até dia 30 deste mês

Vacinação já está disponível nas UBSs de Calmon Viana e Vila Júlia para profissionais do setor veterinário

5 de junho de 2024

A doença é caracterizada por sintomas neurológicos em animais e seres humanos | Imagem: Pixabay

Reportagem de: O Diário

O município Poá realiza, até do dia 30 deste mês, a vacinação antirrábica humana em pessoas que tenham exposição a animais. A vacina já está disponível nas Unidades Básicas de Saúde (UBSa) de Calmon Viana e Vila Júlia para profissionais de clínicas veterinárias, funcionários de pet shops, estudantes de Medicina Veterinária e funcionários da Zoonoses.

Para ser imunizado, basta comparecer a um desses postos de saúde, levando documento com CPF, caderneta de vacinação e comprovante de vínculo empregatício ou declaração do curso técnico / universitário. 

A vacina antirrábica humana deve ser administrada a cada 6 meses em indivíduos com exposição permanente ao risco, e de 2 a 3 anos após a dose de reforço em indivíduos com exposição frequente ao risco. Em caso de mordida, a pessoa deve procurar atendimento médico para receber o imunizante.

A doença e a vacinação

A raiva é uma doença infecciosa viral aguda, que acomete mamíferos e pode ser transmitida aos humanos (antropozoonose) pela mordedura, lambedura e arranhadura de animais infectados com o vírus da raiva.

A doença é caracterizada por sintomas neurológicos em animais e seres humanos. O vírus multiplica-se no local da lesão e migra para o sistema nervoso e a partir daí para diferentes órgãos, principalmente para as glândulas salivares, sendo eliminado pela saliva.

O vírus da raiva está difundido em todos os continentes, exceção feita às Austrália e Oceania. Apesar da existência da profilaxia antirrábica humana (pós-exposição ou pré-exposição), ainda morrem de raiva anualmente aproximadamente 59 mil pessoas em todo mundo. A melhor medida de prevenção é a vacinação pré ou pós-exposição.

Veja Também