Diário Logo

O Diário Logo

Suzano e Arujá terão escolas estaduais com gestão privatizada

Governo do Estado pretende construir 33 unidades em 29 cidades; serviços pedagógicos devem seguir sob o comando da secretaria de Educação, segundo o edital

14 de junho de 2024

Leilões devem acontecer no segundo semestre deste ano | Divulgação/Governo de São Paulo

Reportagem de: Fabricio Mello

Entre as cidades do Alto Tietê, Suzano e Arujá devem ser contempladas pelo programa PPP Novas Escolas, do Governo de São Paulo, que busca privatizar os serviços de gestão escolar em novas unidades educacionais. A informação foi confirmada na publicação de um decreto no Diário Oficial do Estado, nesta terça-feira (11).

A ideia, segundo o edital do projeto, é que 33 novas escolas sejam construídas em 29 cidades diferentes. Os municípios serão divididos em dois grupos, sendo Suzano e Arujá parte do segundo.

O PPP Novas Escolas prevê que a iniciativa privada fique responsável por criar centros educativos com ambientes integrados, tecnologia, espaços de inovação e de estudo individual, por exemplo. 

Enquanto isso, a gestão pedagógica das unidades deverá seguir sob o comando da secretaria estadual de Educação. Segundo o governo, isso permitirá aos profissionais uma maior dedicação às questões pedagógicas.

O investimento previsto é de R$ 2,1 bilhões e os leilões devem acontecer no segundo semestre deste ano, segundo o Estado.

Veja Também