Diário Logo

O Diário Logo

VÍDEO: André Janones e Nikolas Ferreira brigam na Câmara: ‘você é um frouxo, mentiroso’

Processo sobre suposta prática de 'rachadinha' contra Janones foi arquivado pelo colegiado; sessão do conselho de ética teve outras confusões

5 de junho de 2024

Polícia Legislativa da Casa precisou intervir para evitar agressões físicas - Reprodução Redes Sociais

Reportagem de: O Diário

A sessão do Conselho de Ética da Câmara, que nesta quarta-feira (05/06), foi marcada por brigas, confusões, xingamentos e empurrões entre os deputados federais André Janones (Avante) e Nikolas Ferreira (PL).

Os ânimos dos parlamentares se exaltaram no momento em que o conselho analisava um processo, que foi arquivado pelo colegiado, contra Janones – suspeito de praticar rachadinha -, crime que consiste no desvio de dinheiro dos salários dos funcionários do seu gabinete. 

ASSISTA AO VÍDEO ABAIXO

A deputada Jack Rocha (PT-ES) defendia o arquivamento do caso contra Janones, como ocorreu com processos relacionados a outros deputados. Ao mencionar um caso contra o deputado Nikolas Ferreira (PL-MG) que foi arquivado, a tensão se elevou. Em meio a gritos e pedidos para esvaziamento do plenário do Conselho de Ética, os deputados Delegado Caveira (PL-PA) e Juliana Cardoso (PT-SP) se estranharam.

Processo contra Janones

Janones era alvo de uma denúncia, apresentada pelo PL, que pedia a sua cassação por uma possível quebra de decoro parlamentar. No documento que deu origem ao processo, aberto em dezembro passado, a sigla afirma que a prática atribuída ao deputado era “repulsiva” e “eticamente deplorável”.

A representação fazia referência a uma mensagem de áudio, divulgada pela imprensa no último ano, na qual o deputado mineiro diz a assessores que parte deles teria que devolver uma quantia do salário para abater um prejuízo na campanha eleitoral de 2016.

Boulos x Marçal

Depois do esvaziamento do plenário, a confusão ainda seguiu. Desta vez, os envolvidos foram Guilherme Boulos e Pablo Marçal — os dois são pré-candidatos à Prefeitura de São Paulo pelo PSOL e pelo PRTB, respectivamente. Boulos desafiou Marçal a manter a sua candidatura e enfrentá-lo na disputa municipal.

Veja Também