Diário Logo

O Diário Logo

Polícia Civil fecha fábrica clandestina de azeites no Vale do Paraíba

Gerente do local foi preso e encaminhado ao 2º DP de Jacareí; produto era feito de forma precária, sem condições de higiene

19 de maio de 2024

Mais de 150 galões de azeite foram apreendidos pelos agentes | Divulgação/SSP

Reportagem de: O Diário

A Polícia Civil fechou uma fábrica clandestina de produção e comercialização de azeites na estrada Hondo Japão, em Jacareí, no Vale do Paraíba. Na ação, um homem, de 56 anos, que se apresentou como gerente da empresa, foi preso.

Os agentes foram até o endereço, na sexta-feira (17), após colherem informações junto à Vigilância Sanitária. No local, as equipes flagraram a produção do item ser feita de forma precária, sem condições de higiene. O suspeito também não apresentou nenhum alvará de funcionamento.

Mais de 150 unidades de azeite foram apreendidas, bem como 74 mil rótulos de diferentes marcas do produto conhecidas, 24,4 mil tampas, 15 mil caixas de papelão, um notebook, dois celulares e diversos documentos. 

Outras três pessoas que estavam no local foram questionadas e afirmaram terem sido contratadas há dois meses, sem conhecimento sobre a prática ilícita.

O gerente foi encaminhado ao 2° Distrito Policial de Jacareí, onde o caso foi registrado como falsificação, corrupção ou alteração de produto. 

Veja Também