Diário Logo

Notizia Logo

Akimatsuri traz o colorido da ilha de Okinawa para o festival de Mogi das Cruzes

Grupos de danças, taikos e cantores que preservam a cultura da Província farão show especial no domingo, dia 7 de abril

30 de março de 2024

Festival Akimatsuri | Divulgação

Reportagem de: O Diário

Se você gosta da energia e alegria da cultura de Okinawa vai se surpreender com a programação cultural do 37º Festival de Outono Akimatsuri, que acontecerá na cidade de Mogi das Cruzes nos dias 6, 7, 13 e 14 de abril, com a realização do Bunkyo de Mogi das Cruzes.

LEIA TAMBÉM

A coordenação artística e cultural do evento reuniu para o domingo, dia 7, grandes nomes da cultura okinawana para oferecer uma imersão aos visitantes.

As apresentações típicas da ilha japonesa começam às 14h com o grupo de dança japonesa Saito Satoru Ryubu Dojo, seguem às 14h30 com um show musical com instrumentos tradicionais de Okinawa do Yoshimura Takao Sanshin Kucho Kenkyujo, e 17h30 com o grupo de taiko Ryukyu Koku Matsuri Daiko Brasil. Já às 18h30, acontece o espetáculo especial “Uchiná kai Mensorê – Bem-vindo à Okinawa”, com a banda Heroes Sanshin Band, o grupo de taiko Yuriki no Kizuna Eisa Taiko e o grupo de dança Takaryu Hananokai Juliana Izu Renjo.

“O palco do Akimatsuri sempre oferece um mix da cultura japonesa. Em quatro dias de atividades, temos desde artistas que tocam instrumentos clássicos como shamisen e músicas enka, até os grupos de K-Pop que estão em alta na atualidade. Para este ano, decidimos trazer algo a mais, ao reunirmos pela primeira vez grandes nomes da cultura de Okinawa e oferecermos o espetáculo “Uchiná kai Mensorê” que vai reunir todo o encanto da ilha mais festiva e colorida do Japão”, detalha Frank Tuda, presidente do Bunkyo de Mogi das Cruzes e coordenador do festival Akimatsuri.

À frente do “Uchiná kai Mensorê – Bem-vindo à Okinawa” estará a Heroes Sanshin Band, banda que interpreta músicas de Okinawa, do clássico ao moderno, com Kevin Ryuji nos vocais e sanshin. A banda traz músicas afetivas de todo descendente de Okinawa.

O grupo de taiko Yuriki No Kizuna,  que apesar de ter sido fundado em 2022, já tem seu lugar nos palcos dos maiores festivais do país. As batidas fortes e intensas do taiko trazem novas interpretações de um repertório já conhecido da comunidade okinawana, que emociona o público a cada apresentação.

A escola de dança típica de Okinawa liderada pela sensei Juliana Izu, Takaryu Hananokai Juliana Izu Renjo completa o show da noite, com uma performance que une o tradicional ao moderno, trazendo além de músicas folclóricas e clássicas de Okinawa, versões especiais de grandes clássicos da música popular brasileira, como Asa Branca, de Gonzaguinha.

A ilha de Okinawa

A província mais ao sul do Japão, Okinawa é um arquipélago com uma história de reino independente. A região possui clima subtropical bastante característico e é também o berço do karatê.

Serviço

  • Dias 6, 7, 13 e 14 de abril.
  • Centro Esportivo do Bunkyo de Mogi das Cruzes, Avenida Japão, 5919, bairro Porteira Preta, Mogi das Cruzes.
  • Sábado das 10 às 22 horas
  • Domingo das 10 às 21 horas
  • Ingresso: R$ 26 (inteira); R$ 13 (meia-entrada destinada às pessoas acima de 60 anos, estudantes e professores com carteirinha, portadores de deficiência e inscritos no CAD único de assistência social).
  • Entrada gratuita para crianças até 7 anos com adulto pagante
  • Estacionamento: R$ 40
  • Telefone para informações: (11) 4791-2022/Whatsapp
  • Sitewww.akimatsuri.com.br
Veja Também