Diário Logo

O Diário Logo

Hapvida NotreDame Intermédica vai investir R$ 1,5 bilhão em novos hospitais

A maior empresa de saúde da América Latina anuncia a construção de novos equipamentos em diferentes regiões do Brasil

5 de abril de 2024

A companhia, que possui mais de 66 mil colaboradores, atende cerca de 15,9 milhões de beneficiários de saúde | Divulgação/Hapvida e NotreDame

Reportagem de: O Diário

A Hapvida NotreDame Intermédica, maior empresa de saúde da América Latina, anuncia investimento de R$ 1,5 bilhão para a construção de três novos hospitais nas capitais de São Paulo, Rio de Janeiro e Pernambuco. Juntas, as unidades somarão mais de 600 novos leitos (cerca de 200 cada). Outros 90 leitos serão reativados na capital paulista com a reinauguração de uma unidade no bairro de Anália Franco. 

“Esses hospitais estarão no topo do nosso atendimento de alta complexidade, com tecnologia, inovação e hotelaria diferenciadas”, assegura Jorge Pinheiro, CEO da Hapvida NotreDame Intermédica.

De acordo com o cronograma da companhia, o hospital de Recife, já em obra, será entregue no 2° semestre deste ano. Já as instalações do Rio de Janeiro e de São Paulo devem entrar em operação entre 2025 e 2026. 

Os recursos utilizados para a compra de terreno e para as intervenções sairão do caixa da própria companhia, o que demonstra a sustentabilidade do negócio em longo prazo, além do compromisso da empresa com os seus beneficiários e com o país. “Hoje temos cerca de 16 milhões de clientes. Nossa missão é levar o acesso ao plano de saúde, que ainda é o sonho de muitos brasileiros, para mais e mais pessoas”, afirma Pinheiro.

Uma vez inaugurados, os hospitais ajudarão a Hapvida NotreDame Intermédica a ultrapassar a marca de 800 unidades próprias. “Nosso modelo verticalizado e integrado permite que o paciente tenha um tratamento de alta qualidade com uma mensalidade acessível e com a garantia de que seu prontuário estará disponível, de maneira segura e otimizada, em qualquer uma de nossas unidades no Brasil”, afirma Anderson Nascimento, vice-presidente de Operações Hospitalares e Serviços. 

De acordo com o último balanço divulgado ao mercado, a empresa fechou 2023 com 796 unidades próprias, onde foram realizadas mais de 40 milhões de consultas e cerca de 83 milhões de exames. A companhia conta com mais de 66 mil colaboradores, 28 mil médicos e 24 mil dentistas. 

Veja Também