Diário Logo

O Diário Logo

Festival Diversa alcança sua 4ª edição com participação de mais de 200 pessoas

Evento ocorreu no Galpão Arthur Netto de Cultura e Cidadania, em Mogi das Cruzes, e superou expectativas; celebração destacou a diversidade da produção artística das mulheres brasileiras

6 de julho de 2024

Evento foi realizado nos dias 8 e 9 de junho, pelas idealizadoras Marian Koshiba e Valéria Custódio | Natália Castro

Reportagem de: O Diário

O Festival Diversa em Mogi das Cruzes, realizado nos dias 08 e 09 de junho no Galpão Arthur Netto de Cultura e Cidadania, marcou sua quarta edição com uma estreia presencial de sucesso, superando as expectativas das produtoras Marian Koshiba e Valéria Custódio, contempladas pela Lei Paulo Gustavo.

O evento atraiu um público de mais de 200 pessoas, muito além das estimativas iniciais devido ao espaço limitado. “Por ser um projeto independente, prevíamos um público menor para garantir uma boa experiência. No entanto, fomos além, recebendo cerca de 230 pessoas no total. A resposta superou nossas expectativas, mostrando a força do projeto”, comemorou Valéria Custódio.

O Festival Diversa celebrou a diversidade e a riqueza da produção artística das mulheres brasileiras em diversas formas de expressão. Entre os destaques, houve apresentações de Carla Pozo e Liana Nakamura na literatura, exposição fotográfica de Natália Castro, performance da Cia Mina de Risos no circo, e shows de Valéria Custódio, Dâmi Guita, Flávia Caruso, Sandra Vianna, Aline Chiaradia e Juliana Rodrigues na música. A produção executiva ficou a cargo de Valéria Custódio, com a produção artística de Marian Koshiba e assistência de Isabela Prado e Jéssica Vianna, além da produção técnica de Emerson Leles.

Rodas de conversa sobre temas como produção cultural feminina, experiências artísticas para pessoas com autismo, composição musical e literatura enriqueceram as apresentações e shows, promovendo reflexões e debates entre os participantes.

Além de fortalecer o cenário artístico feminino local, o Festival incluiu a Ciranda, uma feira popular de mulheres criadoras com alimentos, artesanatos e artes visuais. O evento também teve um viés filantrópico, arrecadando roupas, sapatos e alimentos não perecíveis para o Projeto Missão Intensidade da rede Gerando Falcões em Mogi das Cruzes.

Encerrando as atividades, Marian Koshiba e Valéria Custódio promoveram duas oficinas online gratuitas, disponíveis no Instagram do Festival Diversa, sobre bastidores de festivais e uso de redes sociais para artistas. As produtoras planejam expandir o festival após o sucesso desta edição.

Veja Também