Diário Logo

Notizia Logo

Semana do Patrimônio é realizada para dar visibilidade ao patrimônio histórico e cultural de Mogi

A Semana do Patrimônio acontecerá em Mogi das Cruzes nos dias 14 e 19 de agosto, para dar mais visibilidade ao patrimônio histórico e cultural da cidade e a incentivar sua preservação e valorização, como previsto na Lei Municipal nº 7.731/2021. O evento é realizado pela Prefeitura de Mogi, por meio da Secretaria Municipal de Cultura […]

11 de agosto de 2023

Reportagem de: O Diário

A Semana do Patrimônio acontecerá em Mogi das Cruzes nos dias 14 e 19 de agosto, para dar mais visibilidade ao patrimônio histórico e cultural da cidade e a incentivar sua preservação e valorização, como previsto na Lei Municipal nº 7.731/2021. O evento é realizado pela Prefeitura de Mogi, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult)

Veja a programação completa

Com o tema “Diversidade, História e Futuro do Patrimônio Cultural em Mogi das Cruzes”, o evento acontecerá em diferentes espaços públicos, buscando ressaltar a importância da preservação sustentável do patrimônio material e imaterial na região. Nessa direção, a diversidade do patrimônio cultural mogiano ganha destaque, numa jornada que abordará das edificações históricas da região central à arquitetura dos bairros mais distantes e aos bens arqueológicos e museológicos, passando pela música, pela literatura e pelas diversas manifestações culturais, incluindo as congadas, o Carnaval, as tradições rurais e as artes urbanas.

Apresentações feitas pelos especialistas em patrimônio da Secult e por diversos experts convidados permitirão conhecer o valioso acervo de Mogi e saber mais sobre a atuação do Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural, Artístico e Paisagístico (Comphap) – que também ganha uma Noite de Mistérios comemorativa, com apresentação do Quarteto da Orquestra Sinfônica Jovem de Mogi, no dia 17 de agosto – Dia Nacional do Patrimônio Histórico.

Além disso, diversas atividades práticas estão na programação. Os participantes poderão conhecer de perto as impressionantes pinturas murais das Igrejas do Carmo, in loco; vivenciarão oficinas de implantação de programas de manutenção predial e de montagem de exposições acessíveis, além de ter a oportunidade de aprender a preparar o rosa-sol, licor típico da Festa do Divino.

A conexão entre o patrimônio cultural e o ambiental também é destaque na Semana, com uma mesa que reunirá representantes do setor público e privado e da sociedade civil para debater estratégias de sustentabilidade e cultura como vetores de desenvolvimento social e econômico. Intenção semelhante orienta a oficina de elaboração de projetos, com foco em patrimônio material e imaterial, que buscará incentivar e orientar interessados em desenvolver projetos para as leis de incentivo, promovendo mais qualificação técnica e atraindo mais recursos para a proteção e promoção do patrimônio cultural. 

A secretária municipal de Cultura, Claudinéli Moreira Ramos, ressalta que a preservação do patrimônio cultural desempenha um papel crucial na construção das memórias coletivas da cidade, refletindo a identidade e história de seus cidadãos. “Questões relacionadas à inclusão e pertencimento sociocultural serão abordadas em um conjunto de debates, oficinas e visitas a monumentos, igrejas e outros lugares de interesse histórico e cultural. É uma oportunidade para moradores e visitantes conhecerem a diversidade histórica e cultural de Mogi das Cruzes e para, juntos, pensarmos sobre as estratégias mais adequadas para que os legados de Mogi sejam marcos de qualidade de vida e redução de desigualdades”, conclui.

O desafio de descentralizar a discussão para fomentar a reflexão sobre os marcos identitários e processos construtivos e participativos do patrimônio cultural em toda a cidade também estará em foco ao longo da Semana, que terá ainda e uma atividade prática com moradores de Cezar de Souza a respeito do reconhecimento e valorização do patrimônio local.

Um roteiro do patrimônio especial, com expedição fotográfica pelo Centro Histórico e orientações sobre como produzir melhores imagens utilizando o celular servirá como desfecho da programação da Semana do Patrimônio de Mogi das Cruzes, que é integralmente gratuita e presencial.

São esperadas as participações dos secretários municipais de Meio Ambiente, Ionara Fernandes, e de Agricultura, Felipe de Almeida, além de agentes e articuladores culturais locais e regionais; representantes do Comphap e do Condephaat; da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo; do Centro Universitário Braz Cubas; da Fundação Toyota do Brasil; da Fundepag; do Instituto EcoFuturo; do Museu das Favelas; do Museu de Arte Sacra de SP; do Sebrae; da empresa JSL; da Academia Mogicruzense de História, Artes e Letras (AMHAL); da Liga das Escolas de Samba de Mogi das Cruzes, da Casa do Hip Hop, da Associação Pró-Divino; do Bunkyo e da Província Carmelita.

A programação completa e mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 4798-6900, pelo e-mail [email protected], pelo site da Secretaria Municipal de Cultura ou presencialmente na sede da Pasta, que fica na rua Senador Dantas, 326, 3º andar, no Centro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h30.

Veja Também