Diário Logo

O Diário Logo

Brasileiros que desapareceram em avião na Argentina foram avisados sobre mau tempo

Os brasileiros que estavam a bordo de um avião de pequeno porte que desapareceu na tarde desta quarta-feira na Argentina, teriam sido alertados sobre as más condições do tempo antes de decolarem da cidade de El Calafate. A informação foi confirmada por Freddy Vergnole, presidente do Aeroclube Lago Argentino, que fica na cidade. Ele disse […]

7 de abril de 2022

Reportagem de: O Diário

Os brasileiros que estavam a bordo de um avião de pequeno porte que desapareceu na tarde desta quarta-feira na Argentina, teriam sido alertados sobre as más condições do tempo antes de decolarem da cidade de El Calafate. A informação foi confirmada por Freddy Vergnole, presidente do Aeroclube Lago Argentino, que fica na cidade. Ele disse que o avião decolou com outros dois, por volta das 10 horas da manhã.

— As condições do tempo de Comodoro para frente não eram muito boas, eles fizeram uma parada alternativa em Puerto Deseado, mas decidiram continuar a viagem. O pessoal da ANAC em Comodoro tinha avisado que as condições meteorológicas não eram boas para continuar. Não era conveniente, mas aparentemente decidiram partir — disse Vergnole.

O presidente do aeroclube supõem que o trio tenha enfrentado uma formação de gelo durante a viagem.

— O único local onde tinham uma clareira era a Leste, o problema é que a Leste fica o mar e para um avião que não tem sistema de proteção anti-gelo, isso é perigoso. Aparentemente eles carregavam muitas formações de gelo nas asas, o que produz um peso que não permite que você voe — ressaltou Vergnole, acrescentando: — Quando você entra em uma formação de gelo, precisa estar alertaimediatamente. Você pode perceber o acúmulo no nariz do avião ou na asa e precisa descer para escapar dessa situação imediatamente — explicou.

O último registro de comunicação da aeronave ocorreu na fronteira entre as províncias de Santa Cruz e Chubut. As autoridades tinham a esperança de que o avião poderia ter pousado na região de Comodoro Rivadavia, mas o presidente do Aeroclube da cidade, Pablo Arcioni, também confirmou à rádio LU12 AM680 que isso não aconteceu.

— Nós ligamos para os aeroportos de Trelew e Puerto Madryn porque uma suposta comunicação extra-oficial havia chegado dizendo que eles haviam chegado, mas eles confirmaram que não — disse Arcioni, conforme o portal  La Opinion Austral.

Arcioni, disse ainda que a aeronave desapareceu quando sobrevoava em direção ao mar.

— Eles não chegaram a Comodoro Rivadavia. A última comunicação recebida foi que eles estavam no alto de La Lobería, passando por Caleta Olivia, e foram um pouco em direção ao mar, a uma altitude de 14 mil pés — explicou.

Veja Também