Diário Logo

O Diário Logo

Colombianos confundem perfil de pré-candidato e mandam mensagens para brasileiro homônimo

Enquanto a Colômbia realizava nesta quinta-feira, dia 27, seu primeiro debate entre os três pré-candidatos presidenciais com melhores resultados nas pesquisas, o brasileiro Gustavo Petró, jornalista do portal “g1” via, de repente, uma explosão de suas notificações no Twitter, com uma enxurrada de mensagens em espanhol. Isso porque seu nome de usuário na rede social […]

28 de fevereiro de 2022

Reportagem de: O Diário

Enquanto a Colômbia realizava nesta quinta-feira, dia 27, seu primeiro debate entre os três pré-candidatos presidenciais com melhores resultados nas pesquisas, o brasileiro Gustavo Petró, jornalista do portal “g1” via, de repente, uma explosão de suas notificações no Twitter, com uma enxurrada de mensagens em espanhol. Isso porque seu nome de usuário na rede social é @gustavopetro, mesmo nome do esquerdista colombiano Gustavo Petro, do partido Colômbia Humana.

Diante da reação do Gustavo brasileiro, que tem 18 mil seguidores no microblog, onde ele fala sobre jogos eletrônicos e aleatoriedades, não tardaram a aparecer postagens cômicas sobre a situação, unindo tanto seus conterrâneos quanto os eleitores do país vizinho, cujo primeiro turno das eleições está marcado para maio.

O jornalista contou que se diverte com a situação e, principalmente, com os memes que fazem montagem de seu rosto em cima do slogan da campanha de Petro.

— Eu me divirto. Acho engraçado e fico curioso em como podem confundir. Inclusive, veículos de jornalismo colombianos confundem muitas vezes. Mas depois de eu dar entrevistas para TVs e rádios da Colômbia, essa confusão reduziu bastante — disse ele.

No entanto, nem tudo são flores nas redes sociais e, em meio às mensagens endereçadas ao político que chegam até ele, é comum aparecerem xingamentos.

— Uma vez eu retuiei um xingamento, dizendo: “eu sou culpado de tudo” em espanhol. Nossa, esse bombou muito! E virou até sticker no WhatAapp — lembrou Gustavo.

Nem mesmo o perfil da “W Radio Colombia” escapou da troca de arrobas que tanto repercutiu na quinta-feira e, numa postagem, marcou a conta errada. Mas o post enganoso já foi apagado e, em um novo, foi colocado o @ correto do senador: @petrogustavo.

Sobre a repercussão, Gustavo admitiu que tem receio de ele ou sua família acabar sofrendo algo negativo.
— Eu brinco dizendo que tenho medo de ir pra Colômbia pois podem achar que meu passaporte é falso pois tem o mesmo nome do senador Gustavo Petro. Tenho receio também de algum tipo de brincadeira ou posição minha repercutir negativamente pra mim, pra minha família ou pro senador. Mas até agora, pelo que vi, 99% das pessoas entende que é brincadeira.

Mas Gustavo destacou que apesar dessa recente “explosão” de mensagens, ele costuma ser confundido com o político colombiano desde 2011, já tendo inclusive abordado essa questão numa reportagem em que trabalhou naquele ano.

“Comecei a receber mensagens em espanhol falando de propostas de governo, elogios sobre um debate na TV e xingamentos sobre uma entrevista para um jornal. Em um primeiro momento, comecei a brincar e a fazer piadas em espanhol, até o momento que as mensagens aumentaram consideravelmente e comecei a dizer que eu não era o tal político da Colômbia”, dissera o jornalista há 11 anos no “g1”.

Ao recordar o início da confusão no microblog, Gustavo explicou que inicialmene estranhou muito ver várias mensagens em espanhol, quando não entendia o motivo.

— Aí fui pesquisar e descobri que eu tinha um homônimo na Colômbia que era um político com ideias progressistas — acrescentou.

Logo depois, ele disse o político colombiano chegou a lhe responder em dado momento, mas não manteve contato.
— Quando ele me respondeu em 2011 fiquei bastante empolgado, pois não esperava essa atenção.

Até que, dez anos mais tarde, ao ser entrevistado por um canal colombiano, o brasileiro foi posto cara a cara com o esquerdista pela primeira vez na videochamada, descobrindo inclusive que são parentes distantes.

— Descobrimos que somos parentes de alguma maneira (nossa família, os Petro ou Petró no Brasil) veio do Norte da Itália. As eleições para a presidência da Colômbia estão chegando e, por isso, as menções erradas aumentam nessa época. Tento brincar e, claro, não atrapalhar o Gustavo Petro da Colômbia no objetivo dele de ser presidente — declarou.

Ao jornalista, Petro afirmou ter achado “curioso” haver alguém com o mesmo nome que ele. Já o brasileiro lhe disse que ficou aliviado por ver que suas brincadeiras no Twitter não o atrapalharam.

— Ele riu, disse que nunca deu nenhum problema ou que eu o atrapalhei. Foi um alívio. Por isso, continuo interagindo com os colombianos, brincando e só vendo pra onde toda essa confusão ainda vai seguir. Se o Gustavo Petro se tornar presidente da Colômbia, que parece que pode acontecer mesmo, eu nem sei onde as menções no meu Twitter vão parar.

Veja Também