Diário Logo

O Diário Logo

Maquinista atira em colegas na Estação da Luz: um morre e o outro fica ferido

Um maquinista com mais de uma década de serviço na Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) protagonizou um episódio de violência ao iniciar seu turno de trabalho na tarde deste domingo (25), quando disparou com uma arma de fogo dentro de uma sala na Estação da Luz, pertencente à CPTM. Dois colegas foram atingidos pelos […]

26 de junho de 2023

Reportagem de: O Diário

Um maquinista com mais de uma década de serviço na Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) protagonizou um episódio de violência ao iniciar seu turno de trabalho na tarde deste domingo (25), quando disparou com uma arma de fogo dentro de uma sala na Estação da Luz, pertencente à CPTM. Dois colegas foram atingidos pelos tiros, resultando na morte de um deles. O autor dos disparos fugiu imediatamente após o ocorrido.

Segundo a Polícia Militar, testemunhas relataram que autor dos disparos entrou na sala de funcionários com a arma escondida na mochila. Antes de atirar, ele teria dito “eu quero ver você tirar sarro”.  As motivações ainda são investigadas. 

“Estamos de luto pela vida que foi interrompida de maneira tão trágica e expressamos nossa solidariedade à família, amigos e colegas que estão sofrendo com essa terrível perda”, expressou a empresa nas redes sociais. 

De acordo com as informações divulgadas, um dos funcionários feridos é um maquinista com uma trajetória de 31 anos na empresa. Ele foi encaminhado ao Hospital Sancta Maggiore, onde recebe cuidados médicos devido a um ferimento no pé. Já o supervisor de tração, com 23 anos de experiência na CPTM, foi levado à Santa Casa, mas infelizmente não resistiu aos ferimentos.

“A ocorrência foi registrada no 2⁰ DP (Bom Retiro). A CPTM está colaborando com as autoridades policiais para identificar a motivação do crime e esclarecer o caso, e não divulgará nem confirmará informações ou imagens relacionadas ao incidente, a fim de não prejudicar as investigações”, afirmou a empresa em comunicado.

A CPTM ressaltou que está oferecendo todo o apoio necessário às famílias do funcionário falecido e do trabalhador ferido. Além disso, a empresa informou que possui diversos programas de incentivo ao bem-estar, como avaliação e acompanhamento psicológico, que são obrigatórios e realizados anualmente para os maquinistas, além de um plano de assistência médica que inclui consultas psicológicas.

Veja Também