Diário Logo

Notizia Logo

Mogi receberá 22 contêineres destinados à coleta de vidro para reciclagem

A Prefeitura de Mogi das Cruzes lançou, nesta quarta-feira (10), o Projeto Vidro Vira Vidro, uma iniciativa realizada em parceria com a iniciativa privada que instalará 22 contêineres destinados à coleta de vidro para reciclagem em diversos pontos da cidade. Chamados de Pontos de Entrega Voluntária (PEVs), os contêineres serão instalados em regiões como Jundiapeba, […]

10 de maio de 2023

Reportagem de: O Diário

A Prefeitura de Mogi das Cruzes lançou, nesta quarta-feira (10), o Projeto Vidro Vira Vidro, uma iniciativa realizada em parceria com a iniciativa privada que instalará 22 contêineres destinados à coleta de vidro para reciclagem em diversos pontos da cidade. Chamados de Pontos de Entrega Voluntária (PEVs), os contêineres serão instalados em regiões como Jundiapeba, Braz Cubas, Jardim Universo, Vila Caputera, Vila Lavínia, Alto Ipiranga, Vila Mogilar, Jardim Armênia e Parque Morumbi, entre outros.

O lançamento foi realizado na rua Benedita Lopes da Silva, 80, Vila Mogilar, local que conta com um dos contêineres.

Liderado pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Proteção Animal, o Projeto Vidro Vira Vidro será operacionalizado por duas empresas da cadeia de vidro: a Massfix, líder nacional na reciclagem de cacos de vidros, instalada no bairro do Taboão, e a Verallia, líder europeia e terceira maior produtora de embalagens de vidro para alimentos e bebidas do mundo. 

O prefeito Caio Cunha destacou a importância da iniciativa, lembrando que a sustentabilidade é um dos pilares da gestão: “Estamos trabalhando para construir uma cidade cada vez mais inovadora, com uma economia criativa e sustentável, que ofereça oportunidades reais para as pessoas e, ao mesmo tempo, respeite o meio ambiente. Este projeto vai ao encontro desses pilares, que são fundamentais na nossa administração”, afirma.

A secretária municipal do Meio Ambiente e Proteção Animal, Ionara Fernandes, lembra que a parceria inclui uma empresa local e uma multinacional especializada na produção de vidro: “A Massfix está instalada no Taboão e a Verallia é uma multinacional que também participa do projeto, contribuindo para a economia circular. Os contêineres foram distribuídos de forma a cobrir grande parte da cidade e será uma ótima oportunidade para a população dar uma destinação correta ao vidro”, observa.

Também participaram do evento de lançamento a diretora da Massfix, Juliana Schunck; a analista de projeto da Verallia, Nathália Dias; o vereador Carlos Lucarefski e secretários municipais, entre outras autoridades.

Reciclagem

A estimativa do setor é de que 75% do vidro consumido no Brasil vai para aterros sanitários – apenas 25% segue para a reciclagem. Um detalhe importante é que o vidro é 100% reciclável: um quilo de cacos é suficiente para a produção de um quilo de vidro novo.

Além disso, a utilização de cacos na produção de novas embalagens proporciona redução no consumo de energia, na extração de recursos naturais e na emissão de dióxido de carbono (CO2). Como exemplo, a cada 10% de cacos utilizados na produção de vidro, é possível reduzir 5% de CO2 e 2,5% de consumo de energia no processo de fabricação.

(Matéria atualizada em 12 de maio, com informações divulgadas pela Prefeitura de Mogi das Cruzes)

Veja Também