Diário Logo

O Diário Logo

Mogi registra mais duas mortes por dengue; número representa 40% dos óbitos no Alto Tietê

Cidade detém também o maior número de contágios da região, totalizando 6.579 casos positivos

13 de junho de 2024

O mosquito Aedes Aegypti é o transmissor da dengue | Reprodução: Pixabay

Reportagem de: O Diário

A cidade de Mogi das Cruzes registrou na manhã desta quinta-feira (13) mais duas mortes por dengue, totalizando dez óbitos pela doença em 2024. Sendo assim, o município soma 40% do total de mortes do Alto Tietê. Os números são do Painel de Monitoramento da Divisão Dengue, Zika e Chikungunya do Estado de São Paulo.

De acordo com Prefeitura de Mogi das Cruzes, as novas duas novas vítimas eram homens, ambos portadores de comorbidades, de 64 e 80 anos respectivamente. O primeiro faleceu no dia 1° de maio na UPA de Jundiapeba e o segundo no dia 15, do mesmo mês, no Hospital Municipal.

LEIA TAMBÉM

No total, Mogi possui 6.579 casos positivos da doença e outros 7.909 aguardam resultado de exames. Além disso, mais seis mortes seguem em investigação devido ao prazo de 60 dias estabelecido pelo Ministério da Saúde para notificação e investigação das mortes por dengue.

Dengue no Alto Tietê

Segundo o Painel de Monitoramento da Dengue, o Alto Tietê soma 27.966 casos positivos em 2024 e outros 16.332 seguem em investigação. Mogi das Cruzes é a cidade com maior número de contágios, seguida de Suzano com 5.490 e Santa Isabel com 4.209 casos.

É válido ressaltar que das dez cidades da região apenas Salesópolis e Arujá não registraram nenhuma morte por dengue até o momento.

Mortes por dengue no Alto Tietê

Município Óbitos
Biritiba Mirim1
Ferraz de Vasconcelos 1
Guararema2
Itaquaquecetuba2
Mogi das Cruzes10
Poá2
Santa Isabel2
Suzano5
  • Escrito por: Geovanna Albuquerque
  • Revisado por: Fabrício Mello

Está matéria está em atualização

Veja Também